sábado, 24 de outubro de 2015

Lembrança acumulada


Maria Célia e eu, passamos a tarde e parte da noite de terça-feira ajeitando nossas coisas em Belo Horizonte (cada objeto nosso; cada peça de roupa de uso pessoal); enfim... Cada lembrança acumulada, dos últimos sete anos a frente da 2ª Região, tudo agora carinhosamente reunido; condicionado - ou no porta-malas do carro, ou em um escaninho da memória - para ser por nós levado. Enquanto reflito em meus últimos atos administrativos; não devo esquecer de agradecer ao Pai celeste, por tudo aquilo que experimentei e vivi durante esse tempo. Me ajuda muito, em hora assim, saber que o que fiz, movido por visão profética e propósito de Deus; não o fiz visando o meu próprio proveito. E me ajuda saber que, tudo de bom que pude fizer, fiz para Deus.

Então, simplesmente, penso que o cuidado de Deus para conosco é algo indizível! É verdade! Mesmo submetidos a provas; Seu amor e cuidado se faz presente. Provavelmente, devido à dor e ao sofrimento temporal; não vejamos como bem, certas circunstâncias que nos golpeiam. Todavia, para o nosso próprio bem, Deus permite provação aflitiva; mas sempre visando um fim proveitoso ao crente fiel. A Palavra de Deus diz que, "Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar." (1 Coríntios 10.13). Como traz conforto saber que, da vida de cada um de nós, Deus conhece o fim da história. E isto serve de consolo ao fiel.

Por mais que eu leia e medite sobre este texto bíblico, jamais consigo chegar à sua plena riqueza e profundeza: "Ora, muito me regozijei no Senhor por finalmente reviver a vossa lembrança de mim; pois já vos tínheis lembrado, mas não tínheis tido oportunidade. Não digo isto como por necessidade, porque já aprendi a contentar-me com o que tenho. Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade. Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece." (Filipenses 4.10-13). Todavia, sempre recebo conforto e paz ao ler este testemunho do apóstolo Paulo. Como é bom e enriquecedor, ouvir Deus nos falar!

Experimente refletir nesta postagem, ao som desta bela e profunda canção de Bruna Karla:
https://youtu.be/lItKk20A2nc

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário