quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Meu Deus, Senhor e Pai


Meu Deus; vivo neste mundo tempo bastante para saber o quanto ele é mau e contraditório. Seus conflitos parecem não ter fim; suas tragédias pipocam por toda parte; e as dores por ele causadas invadem a casa das pessoas... Ora, através dos órgãos informativos; ora, por meio do caos sob a forma de crise conjugal e dor moral; e até por falta de saúde e falta de dinheiro. Porém, é no lar de gente humilde que suas incursões causam maior dano. Precisamos de Ti, Meu pai; pois não temos como nos defender!
 
Meu Senhor; sei que tenho a minha espera, tarefas diárias a executar e Teu propósito a cumprir. Não posso me omitir do fato, que tenho uma família pra cuidar e um papel social a desempenhar; tudo isto conjugado com a verdade da Palavra que devo pregar... Faça chuva, faça sol. Sei que tenho o divino amor que flui de Ti; e a unção que me capacita ao cumprimento da missão que me foi entregue. Nós, cristãos tementes, precisamos recorrer à Ti com mais frequência; pois os dias são maus... Prestes a se findarem.
 
Meu Pai; o tempo se abrevia e o dia se torna mais escuro com o passar do tempo. Não vejo saída possível - nem solução na decisão dos homens - pois, neste mundo, cada decisão tomada se desdobra em novos e maiores problemas. Então à nós, Teu povo, só nos resta olhar para o Alto; de onde provém as boas dádivas, que nos garantem um caminhar seguro em meio a tanta insegurança. Sabemos que, se o céu escurecer sobre este mundo mau; sempre haverá o Sol da justiça a nos conduzir pelo Caminho luminoso.
 
Creio que todo novo crente, ao iniciar sua jornada, sempre se vale deste salmo:
 
"O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas. Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome. Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam. Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda. Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do Senhor por longos dias."
(Salmos 23:1-6)
 
Falando por mim; posso dizer que, em minha vida, ele irradia paz e segurança.
 
As experiências de Israel, como nação eleita e perseguida, pode ajudar e motivar em muito a Igreja deste tempo. Ouçamos esta canção do Sérgio Lopes:
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário