sexta-feira, 18 de setembro de 2015

A Fonte de alegria do crente


Uma das primeiras verdades, que aprendi logo no início de minha vida com Deus; é a que apresenta Jesus como a Fonte da alegria do crente. E hoje, perto de completar meus 51 anos de convertido ao evangelho; esta verdade continua gravada em meu espírito, com a mesma intensidade com que foi acolhida em minha vida. Sei muito bem o quanto fui exigido ao longo de todo este tempo; sem que houvesse um só dia em que eu não fosse assediado e tentado, por vaidade e maldade. Ainda bem que a alegria do Senhor sempre se contrapôs às agruras da vida; me protegendo de sentimentos impróprios a alguém que vive em Deus e professa fé em Jesus. Quem me conhece e convive comigo, sabe que sou alegre no Senhor. Tenho consciência disso!
 
Meu testemunho cristão me credibiliza a declarar, que o prazer produzido por esta santa alegria é capaz de anular os golpes desferidos contra os que têm fé em Jesus. Posso afirmar que, no jogo de pecado e traição em que este mundo vive, aprendi que o mais importante não é você saber quem te trai ou te injuria neste mundo; mas, quem te ama e guia na vida. É verdade! Precisamos saber identificar a charco (Satã) de onde sai a maldade que nos vitimiza, para que possamos perdoar nossos algozes; e também conhecer a Fonte (Jesus) de onde provém a bondade que nos purifica e edifica, para que possamos ser mais do que vencedores. Portanto, não devemos permitir que gotas de mágoa contaminem o cálice da salvação que nos traz alegria.
 
Ao longo de minha vida, posso afirmar que este texto bíblico já me confortou inúmeras vezes: "Na verdade, na verdade vos digo que vós chorareis e vos lamentareis, e o mundo se alegrará, e vós estareis tristes, mas a vossa tristeza se converterá em alegria. A mulher, quando está para dar à luz, sente tristeza, porque é chegada a sua hora; mas, depois de ter dado à luz a criança, já não se lembra da aflição, pelo prazer de haver nascido um homem no mundo. Assim também vós agora, na verdade, tendes tristeza; mas outra vez vos verei, e o vosso coração se alegrará, e a vossa alegria ninguém vo-la tirará." (João 16:20-22). Creio ser da máxima importância, à todos nós crentes, sabermos que Jesus é a nossa alegria; e que a alegria do Senhor é a nossa força!
 
Johann Sebastian Bach, nascido na Alemanha, foi um grande compositor do século 17. Um mito sugere que o músico que conseguir tocar a música de Bach, poderá tocar qualquer outra música. Ele expressou sua fé cristã, ao escolher o nome de seus dois filhos: Carl Philipp EMANUEL Bach e Johann CHRISTIAN Bach. É dele a clássica "Cantata 147"; também conhecida como "Jesus, alegria dos homens", que vale a pena ouvir:
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário