segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Nível mínimo de unção


Senti necessidade de levantar, mais cedo que de costume, para buscar a face do Senhor. Não sei se acontece com todo crente; mas, comigo tem sido assim: Uma carência de reforço, por razões que nem sempre conseguimos explicar. Então, como conheço a única Fonte capaz de suprir esta carência; me curvei perante o Deus eterno e me renovei em Sua presença. Tenho percebido que existe um nível mínimo de unção, que não deve baixar além daquele ponto. Talvez seja por isto, que me sinto sempre bem humorado; capaz de lidar com certos problemas que a vida impõe sobre todos nós.
 
Enquanto eu me rendia aos pés do Senhor; fui lembrado pelo Espírito, que os dias vindouros não serão melhores que os dias passados. Todavia, fui confortado com a certeza, de que a graça que me conduziu ao longo do caminho percorrido; será na mesma proporção das provas que porventura se interponham entre minha a jornada e o meu destino. Então, agradeci a Deus por me ter dado uma família correspondente ao meu desejo... Família simples; todavia, capaz de me dar segurança em meio às preocupações rotineiras da vida. Então, mais uma vez, percebi o quanto é importante orar.
 
Já preguei inúmeras vezes sobre este texto:
 
E contou-lhes também uma parábola sobre o dever de orar sempre, e nunca desfalecer, Dizendo: Havia numa cidade um certo juiz, que nem a Deus temia, nem respeitava o homem. Havia também, naquela mesma cidade, uma certa viúva, que ia ter com ele, dizendo: Faze-me justiça contra o meu adversário. E por algum tempo não quis atendê-la; mas depois disse consigo: Ainda que não temo a Deus, nem respeito os homens, Todavia, como esta viúva me molesta, hei de fazer-lhe justiça, para que enfim não volte, e me importune muito. E disse o Senhor: Ouvi o que diz o injusto juiz. E Deus não fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a ele de dia e de noite, ainda que tardio para com eles? Digo-vos que depressa lhes fará justiça. Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?"
(Lucas 18:1-8)
 
Ele resume o que penso, sobre o valor da oração.
 
Esta canção do Sérgio Lopes resume tudo aquilo que tem força suficiente para nos motivar, em nossa caminhada em direção ao céu:
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário