sábado, 22 de agosto de 2015

Continuo sendo um servo


Hoje acordei aspirando os ares de Uberaba, onde cheguei ontem a noite; ares que aspirei pela primeira vez, em 1977, quando aqui cheguei para evangelizar este querido povo. Naquele ano, permaneci aqui cerca de noventa dias; e batizei os primeiros crentes wesleyanos (54 novos irmãos), fruto do meu pioneirismo no Triângulo Mineiro. Glória a Deus! No ano em que o Concílio Geral me dispensou de minhas funções administrativas; ouvi do Senhor, que Ele não me dispensou... Apenas permitiu que a vontade dos homens fosse feita. Portanto, continuo servo do Deus altíssimo! Aleluia!
 
Então, me prostrei aos pés do Senhor; e agradeci por poder continuar levando comigo a água e o óleo (afinal, sou um vaso que anda). A água é para lavar os pés dos santos - pés que percorrem a terra, levando a boa semente e alegrando o coração dos homens de boa vontade com a Palavra da Salvação. Já o óleo, este é para ser derramado aos pés do meu Senhor e Salvador Jesus - de quem nunca devo me afastar, em tempo algum. Glória a Deus! Deixei de ser um gestor, um administrador; mas, continuo sendo um servo com bacia e toalha; e este privilégio, ninguém pode tirar. Maranata!
 
Testemunho maravilhoso este:
 
"Ora, quando cheguei a Trôade para pregar o evangelho de Cristo, e abrindo-se-me uma porta no Senhor, Não tive descanso no meu espírito, porque não achei ali meu irmão Tito; mas, despedindo-me deles, parti para a macedônia. E graças a Deus, que sempre nos faz triunfar em Cristo, e por meio de nós manifesta em todo o lugar a fragrância do seu conhecimento. Porque para Deus somos o bom perfume de Cristo, nos que se salvam e nos que se perdem. Para estes certamente cheiro de morte para morte; mas para aqueles cheiro de vida para vida. E para estas coisas quem é idôneo? Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus."
(2 Coríntios 2:12-17)
 
Louvo a Deus por o poder imitar!
 
Fico a pensar na unção que o abençoado Paulo Cezar recebeu, para produzir esta pérola em forma de canção:
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário