terça-feira, 14 de julho de 2015

O credo é melhor que o cargo


Nesta madrugada, Xerém ainda em silêncio... Me derramei perante o Senhor e defini algumas atitudes, que não devo tomar em tempo algum. Não devo andar com Deus impondo minhas próprias regras; não devo determinar meu egoísmo que, muitas vezes, insisto em chamar de sonho; e, não devo tentar inserir no propósito de Deus, interesses que lhe desagradam. Ao repassar minhas definições, percebi coerência bíblica em cada uma delas. Glória a Deus! Afinal, como posso andar com Deus priorizando meus caprichos? ou, seguir os seus passos, de olho em meus instintos. Será aceitável, aos olhos do Pai, interesses que não incluam rendição e dependência como prioridade maior? Chorei de prazer, por saber que Deus ouviu minha humilde oração!
 
Enquanto estive orando, ouvi mais uma vez que o meu credo é bem melhor do que o meu cargo... E que o meu Deus é bem melhor do que a minha vida. Senti paz ao orar; como se o Senhor se aproximasse e me confortasse. E vi realidades abstratas... E a mais importante delas: Que Jesus está perto de voltar! Vi também a probabilidade, de que a terra não receba o meu corpo; e senti prazer especial. Isto significa que a vinda de Jesus se aproxima. Então, pensei: Nos dias que vivemos, a loucura coletiva já é um fato! E ela dá sinal de afetar pessoas que amamos; e que vemos se distanciar de nós. Tempo em que absurdo e obscenidade se abraçam e se beijam em praça pública. Tempo tão estranho e perigoso, que chega mesmo a por em risco a vida dos filhos de Deus.
 
Este texto tem tudo a ver com este tempo:
 
"Igualmente, quando virdes todas estas coisas, sabei que ele está próximo, às portas. Em verdade vos digo que não passará esta geração sem que todas estas coisas aconteçam. O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar. Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos do céu, mas unicamente meu Pai. E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem. Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, E não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem. Então, estando dois no campo, será levado um, e deixado o outro; Estando duas moendo no moinho, será levada uma, e deixada outra. Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor."
(Mateus 24:33-42)
 
Porque este é um tempo de vigilância!
 
Este é um bom momento para ouvir a canção "Apocalipse", entoada por Damares: https://youtu.be/nsYcRlvHtQU
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

2 comentários:

  1. Bom dia na paz do Senhor!!
    Eu jamais havia escutado este louvor Sr. Bispo, não o conhecia,profunda a letra.
    Realmente está chegando a grande hora da vinda do Filho de Deus, e nós precisamos nos despojar de todo nosso EU, de toda soberania humana, arrogância, enfim rasgarmos nosso coração ao altar de Deus, pois não importa os títulos que temos aqui na terra pois eles ficarão por aqui mesmo.

    O Noivo virá para levar o verdadeiro adorador, a noiva limpa e purificada, e como o senhor falou em sua palavra acima, o credo é melhor que o cargo, uma grande realidade pois será sua fé, seu coração grato ao Senhor que o levará as mansões celestiais e não seu cargo ou título de Bispo, Pastor ou Missionário!!! Deus o sustente e fortaleça até o grande dia. Abraços no amor de Cristo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo, sem tirar nem por! Glória a Deus!

      Excluir