sexta-feira, 31 de julho de 2015

Lições que aprendi na vida


Não sei quantos já passaram por isto: De sentir uma espécie de cansaço, abatimento; como se houvesse sido golpeado ou ferido. De quando em vez, sinto algo assim. Creio que Jesus sentiu isto muito vezes, ao longo de sua vida terrena; pois sempre soube do preço que haveria de pagar, pelo resgate de nossas vidas. Quanto a nós; os motivos podem ser os mais diversos... No entanto (falo por experiência); após um dia de tempestade, o sol sempre volta a brilhar! Não que tivesse deixado de luzir; pois, fora tão somente encoberto pelas nuvens. Assim é a vida de todos nós! Ela intercala tempestade e bonança. Não creio que haja alguém imune a este inevitável processo.
 
Acho interessante... As melhores lições que aprendi na vida, foram as que extraí em meio ao temporal. Minhas lutas e provações foram tonificantes para minha vida espiritual; e disto tenho absoluta certeza! Tenho assistido, ao longo do tempo, famílias serem golpeadas pelas piores dores; até ao ponto de pensarem em desistir da vida. No entanto, o amor de Deus lhes concede aquela força suplementar, que a graça tem sempre disponível aos que confiam no Senhor. Então, a vida prossegue acrescentando à nossa bagagem força interior amplificada pela voz do Espírito Santo; sempre a dizer que, as aflições sofridas são sempre menores do que a graça manifesta.
 
Que promessa linda! Esta que encontramos neste texto:
 
"Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus esses são filhos de Deus. Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai. O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus. E, se nós somos filhos, somos logo herdeiros também, herdeiros de Deus, e co-herdeiros de Cristo: se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados. Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada."
(Romanos 8:14-18)
 
Precisamos nós, de algo melhor que este tesouro?"
 
Enquanto pensamos em tudo isto, vamos ouvir um pouco esta bela canção do Grupo Logos; que tem tudo a ver com aquilo que postamos:
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário