terça-feira, 9 de junho de 2015

Nascer da água e do Espírito

 
Estive examinando importante reflexão de Tiago Rosas, sobre o modo como as igrejas tentam proporcionar entretenimento aos jovens... Realmente, é algo comum de se ver nestes dias; nos quais, muitas igrejas vão assumindo - de modo aberto e ostensivo - a forma de palcos de prazer, feira de vaidades e picadeiro de diversão; na vã tentativa de tentar conciliar a missão de pregar o evangelho, com a tentação de buscar atender aos que demonstram algum interesse nas coisas de Deus; mas que, infelizmente, continuam seduzidos por prazeres mundanos. E assim, na tentativa de conjugar práticas mundanas com adoração e louvor; existem igrejas transformando o seu púlpito em palco de espetáculos.
 
Precisamos entender é que tais ações não são transformadoras do ser humano in natura; pois não são capazes de produzir o novo nascimento. Na verdade, nem mesmo discipulado bíblico consegue conferir nova natureza a alguém auxiliado por este método de ensino; ainda que o ajude a desenvolver algum tipo de disciplina. Na Bíblia, aprendemos com Jesus que alguém só pode nascer de novo mediante o nascer da água e do Espírito (João 3.3-5). Infelizmente, vemos em nossos dias igrejas crescendo muito em número de aderentes; mas não em número de cristãos renascidos. E em função de escancararem suas portas às inovações de origem estranha e suspeita... Acabam por levar alguns nascidos de novo a retroceder na fé.
 
Eis aqui importante ensino de Jesus sobre a doutrina do novo nascimento:
 
"E havia entre os fariseus um homem, chamado Nicodemos, príncipe dos judeus. Este foi ter de noite com Jesus, e disse-lhe: Rabi, bem sabemos que és Mestre, vindo de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele. Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer? Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo. O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito."
(João 3:1-8)
 
O novo nascimento sucede ao arrependimento e confissão do nome de Jesus.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário