segunda-feira, 1 de junho de 2015

Maravilhosa graça de Deus


Ao Deus eterno, em Quem minha alma espera e descansa, rendo tributo de louvor e de adoração! Estar em Sua presença é bálsamo para os meus ossos e colírio para os meus olhos! Nunca encontro as palavras certas, para me dirigir a Ele do modo devido! Hoje me prostrei em Sua presença e me derramei em gratidão! Me recordei de cada canto ou recanto deste país, onde Sua graça me tem levado. E me dispus a continuar sendo conduzido pela graça, até onde pretenda me levar! Como declara o cântico: "Não temo mais o mar; pois firme está minha fé! No meu barquinho está Jesus de Nazaré!" Também recordei o modo inglês de se referir à graça de Deus: "Amazing grace!" Que considero bem mais amplo e profundo do que o "maravilhosa graça!" em nosso vernáculo. Preciso declarar que Sou grato pela graça de Deus!
 
Enquanto eu orava a Deus, mergulhado em gratidão; me recordei de já ter repetido, por inúmeras vezes, que a vontade de Deus não nos levará onde Sua graça não nos possa proteger. Mas, preciso também dizer que, mesmo que alguém esteja em um lugar fora da vontade de Deus; todavia, a graça de Deus estará sempre por perto; pronta a agir em favor de uma vida que - mesmo sob o domínio do mal - consiga liberar um pedido de socorro ao Senhor, marcado por arrependimento e fé. Jonas, em aberta desobediência; não conseguiu se esconder o bastante do Deus que tudo vê. E assim, desobediente e fugitivo; foi lançado nas profundezas do bravio oceano. O seu fim parecia ter chegado, nas entranhas do grande peixe... Todavia, em resposta ao seu clamor; a graça de Deus agiu prontamente em sua defesa.
 
Maravilhosa graça de Deus!
 
"Alguns, porém, da seita dos fariseus, que tinham crido, se levantaram, dizendo que era mister circuncidá-los e mandar-lhes que guardassem a lei de Moisés. Congregaram-se, pois, os apóstolos e os anciãos para considerar este assunto. E, havendo grande contenda, levantou-se Pedro e disse-lhes: Homens irmãos, bem sabeis que já há muito tempo Deus me elegeu dentre nós, para que os gentios ouvissem da minha boca a palavra do evangelho, e cressem. E Deus, que conhece os corações, lhes deu testemunho, dando-lhes o Espírito Santo, assim como também a nós; E não fez diferença alguma entre eles e nós, purificando os seus corações pela fé. Agora, pois, por que tentais a Deus, pondo sobre a cerviz dos discípulos um jugo que nem nossos pais nem nós pudemos suportar? Mas cremos que seremos salvos pela graça do Senhor Jesus Cristo, como eles também."
(Atos 15:5-11)
 
Por ela somos salvos em Jesus!
 
Recomendo ouvir com atenção a história desta canção; que será de grande edificação para tua vida! https://youtu.be/xycQ-Rjgur4
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário