quinta-feira, 7 de maio de 2015

As aflições golpeiam a todos


Este texto bíblico está sempre em minha lembrança: "Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo." João 16.33). Nele aprendo, que a paz em Deus é o componente capaz de nos dar bom ânimo, mesmo em meios às aflições do mundo (e elas são muitas; as vezes repentinas, inesperadas). Ontem, estive pregando no culto de santa ceia - pela manhã, na Igreja Wesleyana em Mananciais; e ao anoitecer, na Igreja Wesleyana de Jardim Boiuna - e fiquei impressionado com o que Deus tem feito naquelas igrejas, mediante a instrumentalidade do Pastor José Sandoval (Mananciais) e Juscelino Donizeti (Boiuna). Sempre sinto prazer especial, ao ver um ministério pastoral que prima por excelência; tanto no culto que se presta a Deus quanto no serviço prestado ao Seu povo. Como louvei a Deus, ao ver isto nas duas igrejas!
 
Sei que não existe ministério favorecido - por homens, ou por circunstâncias - até ao ponto de se tornar plenamente bem-sucedido, sem que Deus tenha parte direta nisso. Sei também que não existe sorriso sem dor correspondente; pois as aflições fazem parte integrante e inevitável de nossas conquistas; sempre a tentar acrescentar dor e sofrimento às nossas celebrações de amor e de alegria (o próprio Jesus revelou isto; e cada um de nós tem experiência quanto à veracidade deste fato). As aflições golpeiam a todos, de modo geral; e, com mais intensidade, aos que procuram viver de modo íntegro e bíblico; sejam pastores, obreiros leigos, ou simples crentes em Jesus, que buscam tão somente servir ao Deus que lhes deu vida em Cristo Jesus, nosso Salvador. É verdade... No mundo teremos aflições. Ainda bem que temos Jesus ao nosso lado! É esta Presença que faz toda a diferença em nossa vida!
 
Tenho por hábito, buscar na Palavra de Deus resposta para minhas dores e conflitos; e - faço questão de testemunhar - não houve uma vez sequer que esta busca não trouxesse resultado: "Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai. O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus. E, se nós somos filhos, somos logo herdeiros também, herdeiros de Deus, e co-herdeiros de Cristo: se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados. Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada." (Romanos 8:15-18). Portanto, recorrer à Palavra de Deus é sempre o melhor remédio - seja qual for a situação - pois ela oferece lenitivo para nossas aflições.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário