segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Não estou sozinho na missão


Deus da minha vida! Dentro de instantes, mais uma viagem - dentre as muitos que tenho feito e que ainda farei - mas preciso estar no lugar de oração, antes que as atividades se iniciem. Preciso me prostrar e buscar Tua face; pois, mesmo que minhas orações não consigam mudar a realidade a minha volta; todavia, sinto os efeitos da mudança que ela provoca em minha vida. Aleluia! Preciso orar por Teus filhos que sofrem os efeitos do ódio crescente de um mundo condenado, indiferente à dor daqueles que procuram viver piamente em Jesus, em meio ao caos e miséria em que este mundo vive. Ainda bem, não estou sozinho na missão de interceder pelas famílias dos mártires mortos pelo terror islâmico!
 
Portanto... Não importa o que o mundo faça; ele não conseguirá impedir o avanço das horas que nos aproximam do fim de tudo isto. Não importa o modo como o mundo se opõe ao teu propósito; pois isto não impedirá o Teu agir em favor dos homens buscando aqueles que se hão de salvar. Não importa se o mundo recusa o Teu amor; pois, sua recusa não mudará a graça salvadora revelada em Jesus, capaz de salvar o pior pecador; caso este queira ser salvo pela graça. Assim, não posso deixar de trazer à memória os cristãos coptas egípcios caçados e exibidos como troféu pela intolerância islâmica assassina; que tinge de vermelho, mais uma vez, as terras bíblicas; ameaçando de dor e morte os que têm fé em Jesus.
 
Em dias de tanta loucura, como estes que estamos vivendo, devemos manter nossos olhos na Palavra de Deus: "Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me; Porque aquele que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á. Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou que dará o homem em recompensa da sua alma? Porque o Filho do homem virá na glória de seu Pai, com os seus anjos; e então dará a cada um segundo as suas obras." (Mateus 16:24-27). Estou convencido de que a Palavra de Deus tem o dom de nos acalmar e nos manter no rumo certo.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário