quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Duas propostas alternativas


Hoje pela manhã, após ter tido uma madrugada de intercessão com profundo temor e quebrantamento; eu me sinto convencido de que ontem, todos fomos tremendamente tocados tremendamente por Deus, por duas poderosas mensagens: A que foi pregada na parte da manhã, pelo Pastor Celso Fabiano, da IMW de Colatina; e a do Pastor Calegari, da IMW Central de Guarapari. São momentos assim, que demonstram o quão importante é o RESPIRE (Retiro ESPIritual de REnovação). Acredito na relevância das portas abertas de um templo, por ocasião de um carnaval que, já faz tempo, deixou de ser simples festa de blocos de rua (ainda visíveis aqui e ali) para tornar-se em uma fonte de renda e promiscuidade; a superar índices de violência crescente e grotesca obscenidade, nos salões e ruas das cidades.
 
Todavia, também acredito da importância de um bom retiro para aqueles que, do carnaval, querem distância (eu me situo entre estes últimos). Portanto, segundo o meu entendimento; não sei dizer o que é melhor: Se ficar entre os carnavalescos, com a desafiadora missão de REALMENTE pregar o evangelho; ou, se estar no RESPIRE aproveitando o ensejo do feriado prolongado e o programa do retiro; para buscar um espaço de comunhão e de merecido descanso; sem perder a meta de buscar a presença de Deus. Sei da existência de opiniões radicais, em defesa destas duas propostas alternativas; quanto a mim, prefiro tentar encontrar sentido em ambas; isto se a presença em qualquer delas, por parte dos interessados, estiver comprometida com o sagrado objetivo que elas visam alcançar.
 
Penso que este texto põe fim a certas polêmicas: "Quem és tu, que julgas o servo alheio? Para seu próprio senhor ele está em pé ou cai. Mas estará firme, porque poderoso é Deus para o firmar. Um faz diferença entre dia e dia, mas outro julga iguais todos os dias. Cada um esteja inteiramente seguro em sua própria mente. Aquele que faz caso do dia, para o Senhor o faz e o que não faz caso do dia para o Senhor o não faz. O que come, para o Senhor come, porque dá graças a Deus; e o que não come, para o Senhor não come, e dá graças a Deus. Porque nenhum de nós vive para si, e nenhum morre para si. Porque, se vivemos, para o Senhor vivemos; se morremos, para o Senhor morremos. De sorte que, ou vivamos ou morramos, somos do Senhor." (Romanos 14:4-8). Ele tem o dom de serenar os ânimos.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário