domingo, 25 de janeiro de 2015

Somos da família de Deus


Hoje, enquanto ainda orava, me vi refletindo sobre alguns valores que considero grandes bênçãos em minha vida. Graças a Deus, reconheço sua Fonte; não saberia viver sem eles. Ao longo de minha vida, tenho ouvido pessoas se dizerem ateias. Realmente... Ante algumas difíceis questões da existência, que não podem ser respondidas, pela ciência ou pela razão; talvez, o mais cômodo seja mesmo se auto-proclamar ateu. No entanto, tamanha insensatez não anula o fato da existência de Deus. Antes, pelo contrário, agrava em muito a condição daqueles que assim procedem; pois, ainda que não admitam, as bênçãos que desfrutam vem do Senhor; posto que, "Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação." (Tiago 1:17). Portanto, ser bem-aventurado não é tão somente receber bênçãos de Deus; mas, sobretudo, saber que é do Deus eterno que provém todas as bênçãos recebidas.
 
Invadido pelo sentimento de dependência do Senhor; agradeci a bênção de fazer parte da família de Deus, tendo sido nela introduzido desde que recebi Jesus como meu Senhor e Salvador. Também agradeci a Deus por ser capaz de nela conviver, sem traumas ou medos. Não é de hoje, eu sei que o Autor e Mentor desta abençoada família garante vida e paz aos que se esforçam para cultivar e manter, nela, um convívio cordial e serviçal. Assim, sou grato a Deus por me permitir passar por mudanças que contribuem para construir relacionamentos maduros e duradouros em Sua gloriosa família, da qual faço parte por obra e graça do Pai. Então, não preciso me preocupar tanto com aquilo que sucederá no dia de amanhã... Nem com a condição temporal de alguns membros desta gloriosa família; pois estou certo e seguro de que o Deus eterno que tudo vê; assim como cuida dos pássaros e flores, cuida muito bem de cada um de Seus filhos gerados em Cristo Jesus.
 
Neste texto, vemos que aqueles que são nascidos de novo, são parte da família de Deus: "Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto. Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio, Na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz, E pela cruz reconciliar ambos com Deus em um corpo, matando com ela as inimizades. E, vindo, ele evangelizou a paz, a vós que estáveis longe, e aos que estavam perto; Porque por ele ambos temos acesso ao Pai em um mesmo Espírito. Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos santos, e da família de Deus; Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina;" (Efésios 2:13-20). Como é bom fazer parte desta família!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário