sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Encontro diário com Deus

 

Hoje de manhã, precisei acordar mais cedo; especialmente pelo fato de que farei uma viagem um tanto longa e preciso manter minha rotina de oração. Todos os que convivem comigo devem supor que, a meu ver, o melhor modo de se começar bem um dia é ter como ponto-de-partida o lugar de oração. Sei que, alguns vezes, me torno repetitivo; todavia, preciso sempre dizer que no lugar de oração, as piores dúvidas se dissipam e o medo deixa de ter sentido. No lugar de oração eu faço a primeira refeição do dia (me alimento de graça e unção). E, nele, faço revisão de conceitos e valores; pondo cada coisa em seu devido lugar, posto que o lugar de oração é o melhor lugar de arrumação que conheço. Nele, renovo minha porção de amor, graça e unção - provisão indispensável para meu condicionamento espiritual.
 
Na verdade, existe uma razão que se sobrepõe a todas as outras; para justificar minha presença neste lugar especial: O meu lugar de oração é um ponto de encontro; mas, não um ponto-de-encontro qualquer... Pois, nele, mantenho o meu encontro diário com Deus. Alguém poderia questionar: "Mas Deus não está sempre conosco?" Eu respondo: SIM! Todavia, o lugar de oração é em uma espécie de plataforma de lançamento para grandes voos e grandes partidas! Glória a Deus! Então, a este alguém, explico que esta é a razão pela qual hoje me levantei mais cedo. Vou viajar daqui a pouco, preciso me preparar devidamente. A bem da verdade, preciso iniciar o meu dia e minhas atividades, orando diante do Pai; pois, como eu disse um pouco antes, é meu ponto de partida... Para um dia imprevisível.
 
O lugar de oração é um ponto de apoio onde todo crente precisa estar diariamente:
 
"foram a um lugar chamado Getsêmani, e disse aos seus discípulos: Assentai-vos aqui, enquanto eu oro. E tomou consigo a Pedro, e a Tiago, e a João, e começou a ter pavor, e a angustiar-se. E disse-lhes: A minha alma está profundamente triste até a morte; ficai aqui, e vigiai. E, tendo ido um pouco mais adiante, prostrou-se em terra; e orou para que, se fosse possível, passasse dele aquela hora. E disse: Aba, Pai, todas as coisas te são possíveis; afasta de mim este cálice; não seja, porém, o que eu quero, mas o que tu queres. E, chegando, achou-os dormindo; e disse a Pedro: Simão, dormes? não podes vigiar uma hora? Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca."
(Marcos 14:32-38)
 
Porque a vida é dura e o mundo cruel; jamais devemos olvidar o lugar de oração!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário