sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Entra que a casa é tua


Hoje, enquanto eu buscava em Deus direção e segurança para um dia que promete ser desafiador; fui tangido em meus pensamentos... E levado a refletir sobre o amor de Deus. Que amor é este pelos homens, que os homens não percebem? É... Não pude deixar de pensar no Amor que gerou a graça que me salvou; Amor que doou Seu Filho para ser meu Redentor. Na Bíblia sagrada, percebemos que amor é a definição mais simples e resumida do próprio Deus. Na natureza, descobrimos a expressão do amor de Deus nos pequenos e simples detalhes existentes na natureza.
 
No entanto, devido ao estado de cegueira em que a grande maioria das pessoas vive; nem se dão conta da riqueza que possuem à sua volta; vivendo e pensando como se fossem obra do acaso. Alguns chegam a se declarar ateus... Pobres ignorantes! Que, em sua loucura, perdem o melhor da existência, que é a vida futura. E esta perda se dá - ou por desconhecerem a Fonte da Vida; ou então, por desprezarem Quem lhes deu a vida (que é ainda pior). No entanto, o amor de Deus continua oferecendo calor e sombra, frio e coberta sem que eles se apercebam deste tão grande amor.
 
Quanto a mim; posso declarar que sou grato pelo Amor que me faz crer, contar e cantar esta graça maravilhosa em favor dos homens. Graça que me protege e fortalece, enquanto eu navego em um mar de ideologias e conceitos espúrios e perigos obscuros; sem que estes males interfiram em minha crença bíblica; nem me impeçam de chegar ao porto que está do outro lado do mar da vida; onde meu Mestre e Salvador Jesus está a minha espera - me contemplando como filho e servo - com Sua mão estendida para mim; e me dirá: Bem-vindo servo fiel; entra que a Casa é tua!
 
A Palavra de Deus põe em destaque o Seu amor por nós:
 
"Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor. Nisto se manifestou o amor de Deus para conosco: que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por ele vivamos. Nisto está o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados. Amados, se Deus assim nos amou, também nós devemos amar uns aos outros. Ninguém jamais viu a Deus; se nos amamos uns aos outros, Deus está em nós, e em nós é perfeito o seu amor. Nisto conhecemos que estamos nele, e ele em nós, pois que nos deu do seu Espírito."
(1 João 4:7-13)
 
E eu creio o amor de Deus age sempre em nosso favor.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário