sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Dolorida sensação de perda

Foto: Acabo de ser tristemente surpreendido, mediante telefonema do Bispo Sinvaldo Coelho I, com a notícia do falecimento de seu irmão Pastor Silvio Corrêa Coelho. Este amado irmão era membro de uma família muito próxima e querida; posto que - além de irmão do Bispo Sinvaldo Coelho - era irmão do Pastor Silmar Coelho e da Missionária Solimar Coelho; casado com Marilza Coelho e pai dos Pastores Matheus e Marcos e Moisés Carneiro Coelho. Além de numerosa família, maior que os nomes citados, deixa enlutada uma legião de amigos e irmãos que o admiravam.

Tento imaginar o sofrimento de todos à ele ligados - por laços de família e de amizade - e fica dentro de mim, uma estranha e dolorida sensação de perda... Afinal, como aceitar com naturalidade a morte de alguém que amamos; posto que a morte é sempre portadora de perda e sofrimento? Ainda bem que temos o consolo provido pelo Senhor, na Pessoa do Espírito Santo, para amenizar o sentimento de dor e desconforto que nos assalta em momentos assim. Nada mais a dizer... Além da certeza que: "Preciosa é à vista do Senhor a morte dos seus santos." (Salmos 116:15).

Acabo de ser tristemente surpreendido, mediante telefonema do Bispo Sinvaldo Coelho I, com a notícia do falecimento de seu irmão Pastor Silvio Corrêa Coelho. Este amado irmão era membro de uma família muito próxima e querida; posto que - além de irmão do Bispo Sinvaldo Coelho - era irmão do Pastor Silmar Coelho e da Missionária Solimar Coelho; casado com Marilza Coelho e pai dos Pastores Matheus e Marcos e Moisés Carneiro Coelho. Além de numerosa família, maior que os nomes citados, deixa enlutada uma legião de amigos e irmãos que o admiravam.
 
Tento imaginar o sofrimento de todos à ele ligados - por laços de família e de amizade - e fica dentro de mim, uma estranha e dolorida sensação de perda... Afinal, como aceitar com naturalidade a morte de alguém que amamos; posto que a morte é sempre portadora de perda e sofrimento? Ainda bem que temos o consolo provido pelo Senhor, na Pessoa do Espírito Santo, para amenizar o sentimento de dor e desconforto que nos assalta em momentos assim. Nada mais a dizer... Além da certeza que: "Preciosa é à vista do Senhor a morte dos seus santos." (Salmos 116:15).
 
Tenho a mais absoluta certeza, que haverá sempre um cântico de louvor e de esperança no coração e nos lábios dos crentes, mesmo quando são surpreendidos pela morte de um salvo - "E ouvi uma voz do céu, que me dizia: Escreve: Bem-aventurados os mortos que desde agora morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos, e as suas obras os seguem." (Apocalipse 14:13) - É que os crentes fieis, conhecedores e praticantes que são da palavra de Deus, sabem que um dia se reencontrarão com todos aqueles que morreram no Senhor.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário