quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Seu perdão pode absolver


Enquanto eu ainda buscava a face do Senhor; fui levado a pensar na incapacidade humana, vista mesmo nos mais dedicados servos de Deus, para cumprir com exatidão os Seus mandamentos. Pensei no fato de que o Senhor encontra loucura até mesmo em Seus anjos; e que, na história do Seu povo, homens santos movidos por atitude passional cometeram erros irreparáveis. Fui então lembrado desta oração de Davi: "Se tu, Senhor, observares as iniquidades, Senhor, quem subsistirá? Mas contigo está o perdão, para que sejas temido." (Salmo 130:3-4). Meu espírito se aquietou quando Deus falou comigo; e me fez ver que o Seu perdão pode absolver da culpa provocada por atos impensados, em que não houve a intenção de magoar ou ferir alguém; do mesmo modo como pode limpar do mais grave pecado, aqueles que se rendem aos Seus pés em profunda contrição.
 
Nesse momento, fui advertido quanto à tendência que todos nós temos; de julgar segundo as aparências, sempre dispostos a condenar com rigor, mesmo aqueles que o Senhor justificou e inocentou. Então, fui levado a entender que nossa real missão - salvo imperativo divino específico - é dizer ao pecador que existe razão de esperança para o perdido, ainda que seus pecados sejam os mais devastadores. As boas novas de salvação podem ser direcionadas para o cristão incurso em erro ou grave pecado; assim como são publicadas ao pecador inveterado, sem Deus e sem salvação. Como é bom saber e poder dizer que - em Cristo Jesus - não existe pecador que não possa ser salvo e que não existe pecado que não possa ser perdoado. Como é bom crer que - em Cristo Jesus - o caminho de volta ao Pai pode ser finalmente percorrido pelo crente redimido por Jesus.
 
Ao lidarmos com um mundo sufocado e condenado pelo engano; percebemos o quão importante é conhecermos, de Deus, esta Verdade: "Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação; Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação. De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse. Rogamo-vos, pois, da parte de Cristo, que vos reconcilieis com Deus. Àquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus." (2 Coríntios 5:17-21). Porém, bem melhor mesmo é abraçar e viver esta Verdade!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário