quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Minha maior contribuição


Querido Pai! Ficam retidas em meus lábios palavras de gratidão que não consigo exprimir. Enquanto eu oro, fico a pensar... E te louvo pelo meu passado! Não sinto vergonha dele, apenas gratidão a ti por tua bondade em me aceitar e transformar. E ainda aprendo lições com meu passado: A lição de saber o que devo evitar é uma delas. Obrigado pelo desfecho deste concílio! Penso ter sido o melhor, dentre os quatro concílios que tive a honra de presidir na 2ª Região. Ter ouvido e manifestado tua voz foi minha maior contribuição! Creio que centenas de homens e mulheres reunidos no CCJW jamais esquecerão aquilo que viram, ouviram e experimentaram ali. Foi sobrenatural! E quem ali esteve, há de concordar comigo.
 
Obrigado Pai! Por todos os que tiveram participação - direta ou indireta no evento - deixando sua parcela de unção e edificação, naquilo que fizeram e falaram. Obrigado por milhares de homens e mulheres que serão edificados por extensão, mediante a bagagem que levam os pastores e obreiros saídos deste concílio. Obrigado, pelo apoio maciço da 2ª Região, com seus delegados e caravanas presentes ao CCJW, empolgados, educados, ordeiros, semeadores de esperança para colher em um novo tempo. Obrigado, pois nossa delegação e caravanas conseguiram lotar o Centro de Convenções o longo de todo o dia de ontem; em uma demonstração de companheirismo e unidade raramente vista em eventos deste porte.
 
Este salmo expressa plenamente tudo o que pretendi dizer nesta oração: "Quando o SENHOR trouxe do cativeiro os que voltaram a Sião, estávamos como os que sonham. Então a nossa boca se encheu de riso e a nossa língua de cântico; então se dizia entre os gentios: Grandes coisas fez o Senhor a estes. Grandes coisas fez o Senhor por nós, pelas quais estamos alegres. Traze-nos outra vez, ó Senhor, do cativeiro, como as correntes das águas no sul. Os que semeiam em lágrimas segarão com alegria. Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos." (Salmos 126:1-6). Assim afirmo, seguindo tendência de muitos,  que Deus é bom o tempo todo!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário