segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Exortados a vigiar sempre

Foto: Enquanto eu orava no lugar de oração, fui lembrado que este é o primeiro dia do último mês deste ano que passou com tanta rapidez. Então, comecei a pensar: Quando nos aproximávamos do ano dois mil, cheguei a pensar que este mundo não iria muito mais longe; no entanto... Seja na evolução do conhecimento, seja no desenvolvimento da ciência, seja na progressão da maldade, este mundo chegou a este marco do tempo superando em larga escala, as marcas alcançadas nos anos noventa. Em assim pensando, pedi ao Senhor que nos guarde do mundo em que temporariamente vivemos; tanto de sua arte de magoar e ferir, quanto de sua arte de enganar e seduzir. Creio que não haja um dia sequer que não corramos perigo de cair em suas inúmeras armadilhas e tentações. Valha-nos Deus!

Prostrado aos Seus pés, pedi ao Senhor que perdoe os meus pecados - sejam eles intencionais ou não - e que me livre das tentações que se postam ao derredor de Seus filhos neste mundo. Não é de hoje, percebo que quanto mais crescemos em graça e aceitação; mais se intensifica os instrumentos de sedução do arquiteto do mal (Satã). De modo que, não podemos nos descuidar um só instante... Pois - como afirma um antigo hino - "o inimigo ataca sem parar". Ainda bem que, no contexto desse mesmo hino, somos exortados a vigiar sempre e incentivados a manter comunhão constante com Jesus. Enfim, procurei orar por minha família e por meus amigos; pois sei o quanto sofre o ser humano neste mundo perdido. E orei por meu ministério, para que continue tendo relevância aos Seus olhos.

Enquanto eu orava no lugar de oração, fui lembrado que este é o primeiro dia do último mês deste ano que passou com tanta rapidez. Então, comecei a pensar: Quando nos aproximávamos do ano dois mil, cheguei a pensar que este mundo não iria muito mais longe; no entanto... Seja na evolução do conhecimento, seja no desenvolvimento da ciência, seja na progressão da maldade, este mundo chegou a este marco do tempo superando em larga escala, as marcas alcançadas nos anos noventa. Em assim pensando, pedi ao Senhor que nos guarde do mundo em que temporariamente vivemos; tanto de sua arte de magoar e ferir, quanto de sua arte de enganar e seduzir. Creio que não haja um dia sequer que não corramos perigo de cair em suas inúmeras armadilhas e tentações. Valha-nos Deus!
 
Prostrado aos Seus pés, pedi ao Senhor que perdoe os meus pecados - sejam eles intencionais ou não - e que me livre das tentações que se postam ao derredor de Seus filhos neste mundo. Não é de hoje, percebo que quanto mais crescemos em graça e aceitação; mais se intensifica os instrumentos de sedução do arquiteto do mal (Satã). De modo que, não podemos nos descuidar um só instante... Pois - como afirma um antigo hino - "o inimigo ataca sem parar". Ainda bem que, no contexto desse mesmo hino, somos exortados a vigiar sempre; e somos incentivados a manter comunhão constante com Jesus. Enfim, procurei orar por minha família e por meus amigos; pois sei o quanto sofre o ser humano neste mundo perdido. E orei por meu ministério, para que continue tendo relevância aos Seus olhos.
 
Em face destes dias marcados por opressão, penso ser importante considerarmos esta advertência cheia de amor de Jesus: "Disseram-lhe os seus discípulos: Eis que agora falas abertamente, e não dizes parábola alguma. Agora conhecemos que sabes tudo, e não precisas de que alguém te interrogue. Por isso cremos que saíste de Deus. Respondeu-lhes Jesus: Credes agora? Eis que chega a hora, e já se aproxima, em que vós sereis dispersos cada um para sua parte, e me deixareis só; mas não estou só, porque o Pai está comigo. Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo." (João 16:29-33). Especialmente pelo fato de que ela é finalizada por um forte incentivo a que vivamos a paz e a vitória que encontramos somente em Jesus.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário