sexta-feira, 21 de novembro de 2014

O último grão de areia


Hoje, após passar algum tempo com o Senhor em oração; fiquei a pensar na brevidade e imprevisibilidade da vida... Ainda que alguns tenham pouca ou nenhuma preocupação quanto a isso. É verdade... Pensei na onisciência do Deus eterno; em Seu domínio sobre todos os seres e coisas. Então, considerei: Este Deus, que se preocupa em contar os fios de cabelo que possuímos e com a queda de uma simples folha; sim, Ele tem a medida exata de nossa existência sob Seu controle; sem que tenhamos como interferir neste assunto tão delicado, que é o tempo de duração da vida humana. Assim, me fez bem saber que minha vida tem seu tempo definido pelo Senhor; e que se esvai - tal e qual uma ampulheta do tempo, cujos grãos de areia correm, até que fique apenas o último grão - sem que eu possa estender o seu prazo... Assim é o tempo, assim é a vida.
 
Como me senti bem por saber que o meu Deus tem o controle de todo este processo, até que caia o último grão de areia! Que prazer eu senti, ao me dar conta de que o meu futuro não está no último grão de areia a percorrer o derradeiro caminho da existência; mas, sim, em tudo aquilo que vem depois! Não há quem me leve a deixar de crer, que a maior loucura da vida é ignorar a graça de Deus revelada em Jesus. É louca a obstinada rejeição ao convite de Jesus; porque, afinal, nunca sabemos quando o último grão de areia vai cair... Portanto, nada mais sensato do que nos colocarmos nas mãos de Deus; especialmente vivendo em um mundo marcado por blasfêmia e profanação crescente. Que maravilha é poder desfrutar das promessas do Pai; sem medo do "dia seguinte", após o último grão de areia; pois haverá segurança e paz garantida no futuro com Jesus!
 
A Palavra de Deus tem resposta para todas as questões da existência. Estou convencido de que todos os homens deveriam, ao menos uma vez na vida, ler ou ouvir esta mensagem de Jesus: "Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também. Mesmo vós sabeis para onde vou, e conheceis o caminho. Disse-lhe Tomé: Senhor, nós não sabemos para onde vais; e como podemos saber o caminho? Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim." (João 14:1-6). E minha convicção reside no fato de que a verdadeira Vida, nela se revela em toda a sua força e plenitude.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário