quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Valorizo a unção de Deus

Foto: Ainda que eu tivesse os melhores recursos de homilética (coisa que não tenho), associados à habilidade de sistematizar uma visão teológica complexa (que não tenho) "turbinados" pela arte da oratória (também não tenho); não haveria como expor a Palavra e a grandeza de Deus, do modo e com o conteúdo que Deus ministrou ao meu coração neste fim de semana. E digo mais: Ainda que alguém tentasse me convencer do contrário; eu simplesmente ignoraria tal possibilidade; pois eu me conheço o bastante, até ao ponto de saber que ninguém pode receber e compartilhar tais ministrações, se do céu não lhe forem dadas. E não estou a pensar na palavra liberada no sábado de manhã e de noite, ou por ocasião do batismo distrital. Estou a pensar é no agir de Deus ontem a noite na IMW central.

Portanto, preciso dizer que valorizo a unção de Deus em minha vida; pois ela pode me dar aquilo que não tenho; e pode me capacitar a fazer aquilo que eu não conseguiria fazer de outro modo. E com esta certeza, quero reafirmar que não há como ser vaso útil e preparado, sem que haja presença regular no lugar de oração. Alguém simples como eu, pode se tornar um pregador apto a entender e ensinar; caso seja capaz de permanecer aos pés do Senhor o tempo necessário para receber do céu aquilo que pretende pregar na terra. Tentação mais comum do que se possa pensar; é aquela que procura nos convencer de que "o auditório hoje não exige grande preparo"; ou "hoje preciso me preparar dobrado, devido ao nível de ouvintes que terei". Enfim, seja qual for o grupo de ouvintes; orar é sempre a necessidade maior.

Ainda que eu tivesse os melhores recursos de homilética (coisa que não tenho), associados à habilidade de sistematizar uma visão teológica complexa (que não tenho) "turbinados" pela arte da oratória (também não tenho); não haveria como expor a Palavra e a grandeza de Deus, do modo e com o conteúdo que Deus ministrou ao meu coração neste fim de semana. E digo mais: Ainda que alguém tentasse me convencer do contrário, eu simplesmente ignoraria tal possibilidade; pois eu me conheço o bastante, até ao ponto de saber que ninguém pode receber e compartilhar tais ministrações, se do céu não lhe forem dadas. E não estou a pensar na palavra liberada no sábado de manhã e de noite, ou por ocasião do batismo distrital. Estou a pensar é no agir de Deus ontem a noite na IMW Central de Valadares.
 
Portanto, preciso dizer que valorizo a unção de Deus em minha vida; pois ela pode me dar aquilo que não tenho; e pode me capacitar a fazer aquilo que eu não conseguiria fazer de outro modo. E com esta certeza, quero reafirmar que não há como ser vaso útil e preparado, sem que haja presença regular no lugar de oração. Alguém simples como eu, pode se tornar um pregador apto a entender e ensinar; caso seja capaz de permanecer aos pés do Senhor o tempo necessário para receber do céu aquilo que pretende pregar na terra. Tentação mais comum do que se possa pensar; é aquela que procura nos convencer de que "o auditório hoje não exige grande preparo"; ou "hoje preciso me preparar dobrado, devido ao nível de ouvintes que terei". Enfim, seja qual for o grupo de ouvintes; orar é sempre a necessidade maior.
 
Creio que este testemunho de Paulo diz tudo o que aqui pretendi dizer:
 
"Primeiramente dou graças ao meu Deus por Jesus Cristo, acerca de vós todos, porque em todo o mundo é anunciada a vossa fé. Porque Deus, a quem sirvo em meu espírito, no evangelho de seu Filho, me é testemunha de como incessantemente faço menção de vós, Pedindo sempre em minhas orações que nalgum tempo, pela vontade de Deus, se me ofereça boa ocasião de ir ter convosco. Porque desejo ver-vos, para vos comunicar algum dom espiritual, a fim de que sejais confortados; Isto é, para que juntamente convosco eu seja consolado pela fé mútua, assim vossa como minha. Não quero, porém, irmãos, que ignoreis que muitas vezes propus ir ter convosco (mas até agora tenho sido impedido) para também ter entre vós algum fruto, como também entre os demais gentios. Eu sou devedor, tanto a gregos como a bárbaros, tanto a sábios como a ignorantes. E assim, quanto está em mim, estou pronto para também vos anunciar o evangelho, a vós que estais em Roma."
(Romanos 1.8-15)
 
Acredito que não existe nada melhor do que respaldar a visão na Palavra.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário