domingo, 12 de outubro de 2014

Importância do domingo

Foto: Hoje de manhã, fui movido a fazer uma espécie de varredura em minha vida com Deus. Na verdade, o domingo é sempre um bom dia para fazermos uma real avaliação do nosso nível de relacionamento com o Senhor. Em primeiro lugar, porque é um dia em que o tempo de que dispomos é favorável; e também, porque o domingo é um dia que se difere dos demais, no tocante às motivações espirituais das famílias e igrejas. Ao refletir, eu me dei conta de que existe em nós aquela tendência ou tradição que - em um dia assim - leva os cristãos em todo o mundo, a dedicar mais tempo às coisas do Senhor.

Assim, enquanto eu orava neste sentido, várias questões foram consideradas em meu espírito; dentre elas, destaco o nível de relacionamento familiar; pois ele tem muito a ver com nossa motivação para com as coisas de Deus e com a alegria e paz interior que todo crente precisa ter. Então, agradeci a Deus pela família que tenho. E senti necessidade de sabedoria e graça para lidar com os obstáculos que se interpõem entre nós e o nosso Deus. Também pedi ao Senhor que me livre de ver nos obstáculos perseguições ou problemas; mas, sim, desafios que preciso enfrentar e superar, com humildade e fé.

Hoje de manhã, ainda no lugar de oração; fui movido a fazer uma espécie de varredura em minha vida espiritual e em meu relacionamento com Deus. Não é de hoje que sei, que o domingo é sempre um bom dia para fazermos uma real avaliação do nosso nível de relacionamento com o Senhor. Em primeiro lugar, porque é um dia em que o tempo de que dispomos é sempre favorável; e também, porque o domingo é um dia que se difere dos demais, especialmente no tocante às motivações espirituais das famílias e igrejas. Ao refletir sobre a importância do domingo, eu me dei conta de que existe em nós uma espécie de tendência ou tradição que - em um dia assim - leva os cristãos em todo o mundo, a dedicar mais tempo à família e às coisas do Senhor.
 
Assim, enquanto eu orava neste sentido, várias questões foram consideradas em meu espírito; dentre elas, destaco o nível de relacionamento familiar, pois ele tem muito a ver com o nosso nível de dedicação para com as coisas de Deus; e também com a alegria e paz interior que todo crente precisa ter. Então, agradeci ao Senhor pela família que tenho, pois ela tem sido instrumento de Deus para o meu fortalecimento e motivação. Em meio aos sentimentos, senti necessidade de buscar no Senhor sabedoria e graça para lidar com os obstáculos que se interpõem entre nós e o nosso Deus. Também pedi ao Senhor que me livre de ver nos obstáculos, perseguições ou problemas; mas, sim, desafios que preciso enfrentar e superar, com uma boa dose de humildade e fé.
 
Uma vida decididamente cristã, não deve se deixar envolver por embaraços: "TU, pois, meu filho, fortifica-te na graça que há em Cristo Jesus. E o que de mim, entre muitas testemunhas, ouviste, confia-o a homens fiéis, que sejam idôneos para também ensinarem os outros. Sofre, pois, comigo, as aflições, como bom soldado de Jesus Cristo. Ninguém que milita se embaraça com negócios desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra. E, se alguém também milita, não é coroado se não militar legitimamente. O lavrador que trabalha deve ser o primeiro a gozar dos frutos. Considera o que digo, porque o Senhor te dará entendimento em tudo." (II Timóteo 2.1-7). Pois é seu dever suportar as provações, e servir a Deus e ao próximo com idoneidade.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário