quarta-feira, 3 de setembro de 2014

O mundo não é meu lar

Foto: Nesta madrugada, amado Pai, ao me aproximar do lugar de oração, percebo que não posso me curvar; então, me estendi no plano horizontal, deitando-me de bruços sob a planta dos Teus pés. Quero Te agradecer pela vida da equipe médica, chefiada pelo Dr Roberlandes, que cuidou de minhas pernas; e pela vida de minha querida esposa, que está sempre ao alcance de minha voz, cuidando de mim em todo tempo; perdendo apenas para o Senhor, na arte de me amar e de me cuidar. Te agradeço também pelo Hospital Madre Tereza, sempre aberto às pessoas carentes de cuidados hospitalares. Obrigado pelo filete de bem ainda existente no mundo!

Como me faz bem saber que És o Deus da minha salvação, Autor da minha vida, Arquiteto da minha missão, meu Redentor forte. Aleluia! Sei que, por circunstância, preciso manter interações com este mundo físico. Digestão, diurese e sudorese são algumas delas. Mas estou ciente de que o mundo não é meu lar permanente; e que o meu corpo é apenas habitação temporária de um ser que aspira pela herança eterna. Também sei que minhas atividades não terminam com a velhice, jubilação ou recolhimento; pois enquanto a vida se mantém por aqui, a luta também continua com intensidade crescente. No entanto, Tua Presença faz toda a diferença!

Nesta madrugada, amado Pai, ao me aproximar do lugar de oração, percebo que não posso me curvar, devido à cirurgia; então, me estendi no plano horizontal, deitando-me de bruços sob a planta dos Teus pés. Quero Te agradecer pela vida da equipe médica, chefiada pelo Dr Roberlandes, que cuidou de minhas pernas; e pela vida de minha querida esposa, que está sempre ao alcance de minha voz, cuidando de mim em todo tempo; perdendo apenas para o Senhor, na arte de me amar e de me cuidar. Te agradeço também pelo Hospital Madre Tereza, cujas portas estão sempre abertas às pessoas que se encontram carentes de cuidados hospitalares. Enfim, Obrigado pelo filete de bem ainda existente no mundo!
 
Como me faz bem saber que És o Deus da minha salvação, Autor da minha vida, Arquiteto da minha missão, meu Redentor e Rochedo forte. Aleluia! Sei que, devido à minha condição humana, preciso manter interações com este mundo físico. Digestão, diurese e sudorese são algumas delas. Mas estou ciente de que o mundo não é meu lar permanente; e que o meu corpo é apenas habitação temporária de um ser que aspira pela herança eterna. Também sei que minhas atividades temporais não terminam com a velhice ou jubilação; pois enquanto a vida se mantém por aqui, a luta também continua com intensidade crescente. No entanto, não sinto a menor preocupação, pois Tua Presença faz toda a diferença!
 
Este texto da Bíblia sempre me traz conforto e motivação em meio às lutas: "PORQUE sabemos que, se a nossa casa terrestre deste tabernáculo se desfizer, temos de Deus um edifício, uma casa não feita por mãos, eterna, nos céus. E por isso também gememos, desejando ser revestidos da nossa habitação, que é do céu; Se, todavia, estando vestidos, não formos achados nus. Porque também nós, os que estamos neste tabernáculo, gememos carregados; não porque queremos ser despidos, mas revestidos, para que o mortal seja absorvido pela vida. Ora, quem para isto mesmo nos preparou foi Deus, o qual nos deu também o penhor do Espírito." (II Coríntios 5.1-5). Ah... Como vale a pena dedicar toda atenção à Palavra de Deus!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário