sábado, 2 de agosto de 2014

Deus da Bíblia e da criação


Hoje, após passar um bom momento na presença do Senhor - em dia ainda não amanhecido - fiquei a pensar na grandeza de Deus... Fato é que, quando penso em Sua grandeza; não consigo deixar de pensar em minha pequenez. Então, como não chorar; quando as marcas do Seu amor e proteção estão por toda parte? É assim que me sinto! Quem lê o que escrevo, pode ter certeza: Não consigo descrever o que acontece comigo. Consigo ver promessas brilharem, como estrelas em uma noite escura! E sei que não sou digno delas - de uma sequer! Entretanto, Deus - o Eterno - incluiu minha pequena casa na graça que sempre me assiste; este é um dos favores que jamais conseguirei pagar!
 
Já tenho dito que gosto de pensar na importância de um bom relacionamento com o Deus eterno; não aqueles deuses criados pela imaginação humana - esculpidos em pedra ou madeira, desenhados em parede ou papel - reproduzidos em forma de homens, animais ou objetos. E, não é de hoje, aprendi que não preciso vê-Lo ou senti-Lo para dar substância à Sua existência, ou consistência ao que creio. Sinto um misto de temor e de alívio por saber que Ele sempre é o eterno 'Eu Sou' - Deus da Bíblia e da Criação - independente de mim e do que eu pense ou diga a Seu respeito. É maravilhoso saber que o Seu amor dura eternamente! Ele é o Criador; eu a criatura. Ele é Deus; eu sou homem.
 
Sinto um prazer especial, sempre que medito no salmo 84; do qual extraí este texto:
 
"QUÃO amáveis são os teus tabernáculos, SENHOR dos Exércitos! A minha alma está desejosa, e desfalece pelos átrios do SENHOR; o meu coração e a minha carne clamam pelo Deus vivo. Até o pardal encontrou casa, e a andorinha ninho para si, onde ponha seus filhos, até mesmo nos teus altares, SENHOR dos Exércitos, Rei meu e Deus meu. Bem-aventurados os que habitam em tua casa; louvar-te-ão continuamente. (Selá.) Bem-aventurado o homem cuja força está em ti, em cujo coração estão os caminhos aplanados. Que, passando pelo vale de Baca, faz dele uma fonte; a chuva também enche os tanques. Vão indo de força em força; cada um deles em Sião aparece perante Deus."
(Salmo 84.1-7)
 
A Palavra me traz a certeza de que não há a menor chance de vida plena fora do Senhor!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário