quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Ao olhar o mundo


Venho me estender perante o Deus eterno, que me deu vida em Cristo Jesus! Como é bom saber que algo nasce e algo morre, sempre que estamos no lugar de oração! Aleluia! Sendo o Senhor tão grandioso; cuja glória e santidade independem do ser humano; cujo louvor perene ecoa no universo, independente da voz humana... Eu tento entender como nosso Deus consegue suportar a presença de homens eivados de maldade e mentira, movidos a suborno e trapaça; ladrões de merenda escolar, de seringas e soros hospitalares; pessoas que roubam quando licitam ambulância e transporte escolar, quando constroem creches, escolas, hospitais e estádios... Enfim, no lugar de oração percebo que somente o Teu grande amor pelos homens suporta tamanhas atrocidades, até que do Trono Branco seja aplicado o Juízo eterno.
 
Ao olhar o mundo, vejo criminosos menores nas esquinas; roubando e matando vidas indefesas. E vejo criminosos maiores nas tribunas e cadeiras de comando; facilitando as ações criminosas de quem se veste bem e mal, de quem come bem e mal, sem tomar medidas justas contra o caos instalado; simplesmente porque, ao olharem os criminosos menores, vêem neles sua própria imagem. Enquanto isso, a voz que comanda este caos chamado nação tenta demover Teu povo Israel de se defender; alegando que dão resposta desproporcional aos ataques sofridos por palestinos... E não vê que resposta desproporcional é a que se dá ao crime organizado neste pais, praticado por criminosos menores e maiores; que produz mais vítimas/ano do que o conflito entre judeus e palestinos; do que as guerras existentes neste mundo afora.
 
Proponho aos que lerem e comentarem esta palavra; que leiam e meditem na Palavra de Deus que coloco no comentário:
 
"E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória; E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas; E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda. Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me. Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? Ou com sede, e te demos de beber? E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? Ou nu, e te vestimos? E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te? E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes."
Mateus 25.31-40)
 
"Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos; Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber; Sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e enfermo, e na prisão, não me visitastes. Então eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos? Então lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim. E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna."
(Mateus 25.41-46)

Esta palavras proferidas por Jesus, mostram com clareza que haverá recompensa e castigo no julgamento divino!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário