quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Ambiguidade

Foto: Tenho pensado nos dias em que vivemos... Não tenho como avaliar os tempos do iluminismo; ou da Idade da Pedra; nem mesmo da Era Industrial. Todavia, no tocante aos dias que vivemos.... Valha-nos Deus! Vivemos um tempo determinado pela aparência; tanto das coisas, como das pessoas. A advertência bíblica quanto ao modo "sim, sim; não, não" de falar não se aplica ao mundo de nosso tempo; posto que, até mesmo entre cristãos, cresce o número daqueles que vivem um modo "sim e não" de falar e de viver; como se esta indefinição fosse possível; ou seja: São cristãos, mas... Não inteiramente. Como é possível viver uma vida assim?

Na verdade, a grande maioria das pessoas não são aquilo que parecem ser. E não são poucas as vezes, em que alguém se surpreende com alguém do seu íntimo relacionamento; chegando a dizer com ar de surpresa: "Este lado de sua vida eu desconhecia!" No entanto, se pretendemos andar com Deus neste mundo e viver com Deus no mundo vindouro; precisamos definir com clareza nossa posição - tanto em relação a Cristo como em relação ao mundo. A Bíblia diz que a "aparência deste mundo passa" (I Coríntios 7.31); e nos manda afastar-nos daqueles que tem apenas "aparência de piedade."  (II Timóteo 3.5). Não devemos andar em cima do muro!

Tenho pensado nos dias em que vivemos... Não tenho como avaliar os tempos do iluminismo; ou da Idade da Pedra; nem mesmo da Era Industrial. Todavia, no tocante aos dias que vivemos.... Valha-nos Deus! Vivemos um tempo determinado pela aparência; tanto das coisas, como das pessoas. A advertência bíblica quanto ao modo "sim, sim; não, não" de falar não é aplicado no mundo de nosso tempo; posto que, até mesmo entre cristãos, cresce o número daqueles que vivem um modo "sim e não" de falar e de viver; como se esta ambiguidade fosse possível; ou seja: São cristãos, mas... Não inteiramente. Como é possível, um cristão, viver uma vida assim?
 
Na verdade, a grande maioria das pessoas não são aquilo que parecem ser. E não são poucas as vezes, em que alguém se surpreende com alguém do seu íntimo relacionamento; chegando a dizer com ar de surpresa: "Este lado de sua vida eu desconhecia!" No entanto, se pretendemos andar com Deus neste mundo e viver com Deus no mundo vindouro; precisamos definir com clareza nossa posição - tanto em relação a Cristo como em relação ao mundo. A Bíblia diz que a "aparência deste mundo passa" (I Coríntios 7.31); e nos manda afastar-nos daqueles que tem apenas "aparência de piedade." (II Timóteo 3.5). Não devemos andar "em cima do muro"!
 
Estes dois textos precisam considerados pelos que acham que certas coisas "nada tem a ver":
 
"A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz; Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas! Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom."
(Mateus 6.22-24).
 
"E ao anjo da igreja que está em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus: Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente! Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca."
(Apocalipse 3.14-16)
 
Eles confirmam aquilo que eu escrevi; e indicam o modo reto e correto de viver a vida cristã.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário