quinta-feira, 15 de maio de 2014

Dom de trazer alento


Segunda-feira, apenas passei por Belo Horizonte. Lamento não ter podido, sequer, ver minha querida esposa Maria Célia (cheguei a ir ao hospital, mas ela já estava no centro cirúrgico e eu precisava tomar o ônibus para Petrópolis). Após grande parte da noite no ônibus, fui deixado na Rodoviária de Petrópolis pouco antes das cinco da manhã; o termômetro marcava 9 graus, quando meu genro Alessandro chegou para me pegar. Já estive em oração perante o Pai, antes de chegar ao escritório. Isto porque - aprendi - através da oração mantemos nossa vida e vizinhança em equilíbrio. Daqui a pouco estarei me dirigindo à Sede Geral da IMW, para a primeira de muitas reuniões da Comissão de Legislação (isto me faz lembrar que o Concílio Geral está às portas). Não tenho como agradecer a Deus por tanta bênção!
 
Enquanto digito, vem ao meu espírito a lembrança dos acontecimentos deste final de semana. Sinto ter sido marcante minha viagem à Teixeira de Freitas, no sul da Bahia. Realmente... Foram impactantes os cultos, com indiscutível presença do Espírito Santo, trazendo alegria e conforto ao povo do Senhor que se reuniu por quatro vezes no amplo e belo templo da IMW - sede do Distrito de Teixeira de Freitas; Após um culto pleno de alegria do Senhor no sábado, tivemos três reuniões no domingo (pela manhã, culto seguido de almoço de confraternização para toda a igreja; a tarde, reunião com a liderança da igreja sede e congregações; a noite, culto de encerramento das festividades comemorativas dos 23 anos de existência desta abençoada igreja. Obrigado Senhor, por Teu paternal cuidado para conosco!
 
Examinando a Palavra de Deus, vejo que este é um bom texto para reflexão no início deste dia:
 
"Piedoso é o SENHOR e justo; o nosso Deus tem misericórdia. O SENHOR guarda aos símplices; fui abatido, mas ele me livrou. Volta, minha alma, para o teu repouso, pois o SENHOR te fez bem. Porque tu livraste a minha alma da morte, os meus olhos das lágrimas, e os meus pés da queda. Andarei perante a face do SENHOR na terra dos viventes. Cri, por isso falei. Estive muito aflito. Dizia na minha pressa: Todos os homens são mentirosos. Que darei eu ao SENHOR, por todos os benefícios que me tem feito? Tomarei o cálice da salvação, e invocarei o nome do SENHOR. Pagarei os meus votos ao SENHOR, agora, na presença de todo o seu povo. Preciosa é à vista do SENHOR a morte dos seus santos. Ó SENHOR, deveras sou teu servo; sou teu servo, filho da tua serva; soltaste as minhas ataduras. Oferecer-te-ei sacrifícios de louvor, e invocarei o nome do SENHOR. Pagarei os meus votos ao SENHOR, na presença de todo o seu povo, Nos átrios da casa do SENHOR, no meio de ti, ó Jerusalém. Louvai ao SENHOR."
(Salmo 116.5-19)
 
Como é bom saber que a Palavra de Deus tem o dom de trazer alento ao coração mais abatido.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário