sábado, 17 de maio de 2014

Desabafos desgostosos


Na quinta-feira, precisei me dirigir à Sede Geral da IMW para reunião com o Conselho Geral. Mas senti necessidade de estar um pouco mais de tempo na presença do Pai; afinal, um tempo maior de oração sempre traz uma dose maior de graça e unção para lidar com os desafios de um novo dia. Sou daqueles que acreditam, que, um bom tempo de oração diante do Deus eterno nos prepara melhor para as surpresas que a vida nos reserva - boas ou ruins - e nos poupa de esforço demasiado no trabalho que fazemos, garantindo melhores resultados. Sei que, algumas vezes, ir ao lugar de oração pode se tornar uma ocupação custosa e cansativa; todavia, tenho aprendido que quanto maior for a luta e cansaço enquanto oramos; melhores serão os resultados alcançados. Portanto, quem se ajoelha cansado; se levanta descansado para continuar caminhando.
 
Algo bem comum de se ver, que o maior problema na vida de muitos crentes que sofrem provações e aflições; é que, as orações que deveriam fazer são substituídas por desabafos desgostosos, tais como: "Não sei por que estou passando por isto"; "não sei por que Deus ainda não me atendeu"; "minha vida é tão sofrida e ninguém me ajuda". Enfim... Estes e outros desabafos semelhantes são comuns - geralmente dirigidos em viés; ou feitos a alguém com quem conversamos; ou, até mesmo, ao próprio Deus com quem pensamos conversar, embora em linha enviesada e não em verdadeira atitude de oração. É muito importante que nós saibamos: Geralmente, Deus responde as orações feitas por Seus filhos; e não às indiretas que alguns filhos costumam lançar ao ar! Portanto, se orarmos, Deus nos responderá de algum modo. Basta acreditarmos!
 
Se pretendemos buscar favor e resposta de Deus pela oração, este texto diz tudo o que precisamos saber: "E eu vos digo a vós: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á; Porque qualquer que pede recebe; e quem busca acha; e a quem bate abrir-se-lhe-á. E qual o pai de entre vós que, se o filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou, também, se lhe pedir peixe, lhe dará por peixe uma serpente? Ou, também, se lhe pedir um ovo, lhe dará um escorpião? Pois se vós, sendo maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais dará o Pai celestial o Espírito Santo àqueles que lho pedirem?" (Lucas 9.9-13). Entretanto, muitos alegam que já cansaram de pedir, sem receber resposta. Todavia, não basta apenas pedirmos; mas, pedirmos e crermos que Deus agirá em nosso favor; ainda que Sua ajuda, as vezes, pareça demorada.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário