sábado, 10 de maio de 2014

Catando lixo espalhado


Nesta manhã estive buscando a Deus em favor de minha viagem à Bahia. O avião me deixará em Porto Seguro; de lá, seguirei com o Asp Nadson Araujo e sua esposa Dange da Silva até Eunápolis, onde devo pernoitar por hoje. No sábado, viajaremos juntos para a cidade de Teixeira de Freitas, onde a IMW tem sua sede distrital no extremo sul baiano. Sinto ter que deixar minha querida esposa Maria Célia Calegari em Belo Horizonte; pois ela terá que submeter-se a uma cirurgia na próxima segunda-feira. Tenho esperança de voltar a tempo de vê-la, antes que ingresse no centro cirúrgico do hospital Madre Teresa. Sempre que deixo pessoas queridas para trás, sinto necessidade de pensar que é apenas separação temporária; e, que, virá o dia em que a palavra separação já não fará parte do nosso vocabulário.
 
Entretanto, não pude deixar de refletir sobre nossa jornada neste mundo. Pensei no fato de que, nesta jornada, vamos catando coisas aqui e ali; agregando-as à bagagem que carregamos, aumentando o seu peso a cada passo que damos. E assim, acumulamos valores de importância relativa; mas que, no futuro, já não terão a importância que julgamos ter. E existe também o perigo de irmos catando lixo espalhado ao longo do caminho; o qual, mesmo sob forma agradável e sem exalar mau cheiro, pode comprometer a pureza de nossa viagem e da nossa qualidade de vida segundo o propósito de Deus. Isso não é bom! Todavia, existem valores morais e espirituais que podemos acumular e carregar por toda a vida. Estes, sim, podem nos fazer ricos de verdade, agregando valores que o tempo não desfará.
 
Sinto segurança em manter a Palavra de Deus sempre diante dos olhos e no fundo do coração! Como é bom poder sentir no íntimo o efeito deste texto: "E os teus ouvidos ouvirão a palavra do que está por detrás de ti, dizendo: Este é o caminho, andai nele, sem vos desviardes nem para a direita nem para a esquerda. E terás por contaminadas as coberturas de tuas esculturas de prata, e o revestimento das tuas esculturas fundidas de ouro; e as lançarás fora como um pano imundo, e dirás a cada uma delas: Fora daqui. Então te dará chuva sobre a tua semente, com que semeares a terra, como também pão da novidade da terra; e esta será fértil e cheia; naquele dia o teu gado pastará em largos pastos." (Isaías 30.21-23). A Palavra de Deus tem o dom de garantir a permanência no caminho e a pureza no coração.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário