quarta-feira, 30 de abril de 2014

Justiça de Deus


Após ter estado algum tempo orando ao Pai; comecei a pensar em Seu cuidado para com os filhos dos homens, mesmo que não mereçam tanta demonstração de amor da parte do Deus vivo. Fiquei pensando no modo como Deus nos conduz em um mundo devastado por pecado... Pecado traduzido em palavras e atos contra o Rei eterno. Mesmo que não buscasse isso, não posso deixar de contemplar o estado geral das vítimas de um mundo que se corrompe a cada dia, subjugado por homens amantes de si mesmo; que, na verdade, sem que percebam, também são vítimas de Satã - aquele que comanda esta rebelião sem futuro contra o Deus santo e todo poderoso.
 
Enfim, não pude evitar pensar no Brasil - pátria verde e amarela manchada de sangue e de lágrimas - vítima indefesa daqueles que têm a chave do cofre, a caneta das leis e o martelo da justiça; sim, daqueles que - estando nas altas instâncias de comando da nação - poderiam fazer algo mais, além de cuidar de seus próprios interesses. Então, vi as vítimas da violência urbana, da violência no campo, da violência nas escolas e da violência nas estradas. E pude notar que estas violências são filhas da blasfêmia contra Deus, da ambição desmedida e da sede de poder. Enfim, um clico vicioso de mando e desmando que corrompe o corpo e a alma dos homens. Até quando Senhor?
 
Então, pude ouvir o clamor das vítimas deste caos prevalecente neste mundo mau. De um lado, pessoas marcadas por perdas anunciadas - que poderiam ter sido evitadas - e com a voz cansada, clamando pela justiça dos homens. Do outro lado, crentes fiéis - sentindo as mesmas dores, pelos mesmos males - clamando pela justiça de Deus. Infelizmente, aqueles que clamam pela justiça dos homens, terão mais motivos para chorar e lamentar; frustrados com a insensibilidade daqueles que deviam protege-los e não o fazem. No entanto, aqueles que clamam e esperam na justiça de Deus irão ver - em vida ou após a morte - o juízo de Deus trazendo paz e repondo a ordem no mundo.
 
Este texto é bem contextual com a realidade vivida em nossos dias:
 
"Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça. Porquanto o que de Deus se pode conhecer neles se manifesta, porque Deus lho manifestou. Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis; Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu. Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos. E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis. Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si; Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém."
(Romanos 1.18-25)
 
E a continuação dele denuncia a crescente maldade entre os homens.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário