sábado, 8 de fevereiro de 2014

Capacitação Pastoral


Hoje é o último dia da "Semana de Capacitação Pastoral". Não há como avaliar de imediato, os frutos deste importante trabalho; pois as sementes das ministrações irão germinar nos dias vindouros. No entanto, de uma coisa todos os participantes estão convencidos: A vida e o ministério daqueles que participaram, sofrerá profundas transformações. Creio estar em condição de afirmar, que, a "tenda da oração" e o salão de reuniões foram marcados por lágrimas e contrição, cujo efeito se manifestará na vida espiritual e familiar de cada pastor participante. Na verdade, Deus agiu em nosso meio e transformou cada ministrante em mestre e profeta sintonizado com a unção reveladora do Seu Espírito, cuja voz se fez ouvir em alto e bom som.
 
Em meio a um ambiente de profunda espiritualidade e comunhão, membros do Conselho Ministerial Regional promoveram uma clínica pastoral que tem funcionado todos estes dias, recebendo e orientando pastores em busca de conselho e de conforto. Tem sido uma cena comum, vermos pastores se abraçarem, renovando amizades estremecidas. De quando em vez, ouço alguém dizer: "Meu ministério não será mais o mesmo." Então, me dou conta de que esta iniciativa nasceu em meu coração, na reunião do CMR, em novembro último; justamente com o objetivo de cuidar dos nossos pastores. Sei que não foi possível atender a todos os pastores da 2ª Região; Daí, nosso firme propósito reeditar a "Semana de Capacitação Pastoral".
 
Tenho profunda convicção de Deus nos direcionou a promover a "Semana de Capacitação Pastoral". Creio que esta iniciativa - primeira do gênero - trouxe grande edificação à todos os participantes; levando-os a ter reações parecidas com as dos pastores de Belém, conforme a narrativa deste texto: "E voltaram os pastores, glorificando e louvando a Deus por tudo o que tinham ouvido e visto, como lhes havia sido dito." Lucas 2.20). Só tenho a lamentar, não termos tido os meios de convocar todos os pastores da 2ª Região, justamente por ser uma experiência nova. Os participantes são unânimes em dizer que deveríamos promover pelos menos umas duas edições por ano. Louvo a Deus, por nos ter brindado com tão abençoada iniciativa!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário