quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Quão grande é meu Deus


As vezes, me surpreendo quando alguém me diz que sou um homem de oração. Quando estou com paciência e tempo disponível, sempre respondo que não sou um homem de oração; sou simplesmente um homem que ora, não tanto quanto deveria. E hoje de manhã, posso testemunhar que senti segurança e paz enquanto me dirigia ao lugar de oração. Geralmente, não permito que meu sentimento interfira em minhas ações; por isso eu oro, mesmo quando não sinto desejo. No entanto, hoje, não percebi o menor sinal de mal estar em minha natureza rebelde. Portanto, exaltei ao Pai eterno; e O louvei por Seu grande e eterno amor em prol dos homens. Como me senti bem! E meu coração se derreteu, por crer e saber quão grande é meu Deus!
 
Falei sobre aqueles que se rebelam contra Ele; ou que procuram ignorá-lo; mesmo com as marcas indeléveis de Sua graça, estampadas em toda a criação! Inebriado, divaguei sobre a luz do sol refletindo-se na lua e trazendo agradável tom ao mundo, nas noites de lua cheia; e, sobre a força gravitacional que nos mantém presos ao mundo; sem o risco de sairmos voando espaço afora. Enfim, os homens podem olhar a estátua da liberdade e a torre Eiffel; e, então, saber que não surgiram do acaso; mas que o engenheiro que deu nome a esta torre, fez estas grandiosas obras da engenharia humana. Então, como entender tão pertinaz insistência em negar ou ignorar as obras do Deus eterno; que em muito superam qualquer obra feita pela engenhosidade humana?
 
Minha alma sente profundo deleite, sempre que medita neste salmo:
 
"Ó SENHOR, Senhor nosso, quão admirável é o teu nome em toda a terra, pois puseste a tua glória sobre os céus! Tu ordenaste força da boca das crianças e dos que mamam, por causa dos teus inimigos, para fazer calar ao inimigo e ao vingador. Quando vejo os teus céus, obra dos teus dedos, a lua e as estrelas que preparaste; Que é o homem mortal para que te lembres dele? e o filho do homem, para que o visites? Pois pouco menor o fizeste do que os anjos, e de glória e de honra o coroaste. Fazes com que ele tenha domínio sobre as obras das tuas mãos; tudo puseste debaixo de seus pés: Todas as ovelhas e bois, assim como os animais do campo, As aves dos céus, e os peixes do mar, e tudo o que passa pelas veredas dos mares. Ó SENHOR, Senhor nosso, quão admirável é o teu nome sobre toda a terra!"
(Salmo oito).
 
Através dele eu posso ver quão grande é o meu Deus!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Um comentário:

  1. A paz amado Bispo Calegari.
    Sou de Itabira e pastoreado pelo querido Pr. Isaque.
    Gostaria que o senhor acompanhasse o novo trabalho e seja contribuinte.
    Suas mensagens e meditações tem edificado muito nossas vidas.
    http://arautodoimperador.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir