terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Viagem à eternidade


A dias atrás, passei cerca de dez horas em um ônibus - em viagem de Belo Horizonte à Guarapari, chegando na manhã do dia seguinte, ao encontro de Maria Célia; para viajarmos até Guaçuí. enquanto fazia este cansativo percurso, ao som de murmúrios e queixumes; tentei imaginar aquele ônibus como uma espécie de mostruário da própria humanidade. Cheguei a pensar no que o Talmude diz sobre o valor do ser humano; ao afirmar que aquele que conseguir salvar uma vida, estará salvando a humanidade inteira. Vi que esta declaração está de acordo com os ensinos da Bíblia, sobre o valor da alma humana. E, ao ver que um vasto leque de pessoas - com suas opiniões, seus conflitos, seus medos - estava concentrado naquele ônibus; senti como se a humanidade inteira ali estivesse.
 
Ali, percebi uma vez mais, que, o simples fato de conhecermos a Bíblia e adotarmos seus ensinos; já é uma riqueza de valor incomparável! E, para exemplificar, cito este texto: "Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós, porque esta é a lei e os profetas." (Mateus 7.12). Este princípio bíblico, assim como tantos outros; traz um modelo de relacionamento diferente daquilo que costumamos ver no dia-a-dia; mesmo entre muitos cristãos dedicados. Enquanto o mundo gira; muitas pessoas vivem como se tudo devesse girar em torno de si mesmas; e a palavra para explicar este tipo de conduta é "egoísmo". Enquanto procuro refletir; vejo lares se fragmentando e pessoas se odiando... E encontro nesta palavra uma das explicações para o mal existente no mundo.
 
Enquanto isso... O ônibus da angústia e do medo em que a humanidade viaja, segue - tentando ocultar os males que transporta - rumo a um destino que se afigura trágico. Seu condutor fez opção pelo caminho largo; levando consigo um misto de gente com seus medos e conflitos; sem imaginar que, por pior que seja o o mundo e o trajeto; o destino final será ainda pior. No entanto... Existe um transporte alternativo, com luzes inundando o seu interior. Ele segue pelo caminho estreito que conduz à Vida. Enquanto no primeiro carro, seu condutor tem o rosto envolto em penumbra; mal deixando entrever seus traços de maldade (conhecido como anjo das trevas); no segundo transporte, seu condutor é "Amigo do Noivo" - luz em pessoa - e tem um nome que diz tudo: Espírito Santo.
 
Este texto resume o que a mensagem que postei pretende passar: "Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem." (Mateus 7. 13-14). Portanto, não existe caminho alternativo para a salvação, pois: "Disse-lhe Tomé: Senhor, nós não sabemos para onde vais; e como podemos saber o caminho? Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim." (João 14.5-6). Assim, não existe a menor dúvida quanto ao fato de que a Palavra de Deus deixa bem claro que Jesus é o único caminho que conduz à Vida Eterna; sendo ele mesmo Deus criador e Autor da Vida!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário