domingo, 29 de dezembro de 2013

Sentimentos guardados


Acredito que uma das mais importantes decisões que tenho tomado em minha vida; é a de buscar a face do Pai diariamente. E hoje pela manhã não foi diferente; pois, ao estender-me no lugar de oração, me dediquei a adorar e fui logo tomado por pranto e quebrantamento. Então, pedi ao Senhor perdão pelos meus pecados e senti o Seu perdão percorrer minha vida por inteiro. Também, agradeci a Ele pelos benefícios que me tem feito e Sua presença me confortou. Finalmente, intercedi por minha família e sei que me atendeu. Definitivamente, orar ao Pai é a melhor medida preventiva que um crente pode tomar na vida! Ah... Também pedi a Deus que me guardasse dos meus próprios sentimentos desprovidos de discernimento; pois, enquanto eu orava ao Senhor, pude então perceber que esta é uma súplica que precisa ser feita com transparência e frequência.
 
Declarei ao Pai que não sou o melhor juiz para definir os meus sentimentos e motivações. Chorei enquanto suplicava; pois vi que pior traição não é a cometida por amigos; e, sim, aquela que é imposta por nossos próprios sentimentos. Pois, embora a traição de um amigo nos cause grande dor; é a traição dos nossos sentimentos que nos inflige maiores danos. Pedi também a Deus, que não me deixe doar bons sentimentos a pessoas de má fé, nem maus sentimentos a pessoas de boa índole. E pedi que me faça entender que a escolha de um amigo, não deve ser por seu sorriso estampado no rosto; ou pelos presentes que me oferece e pelas coisas agradáveis que diz a meu respeito... E sim, por sua capacidade em ser franco comigo; advertindo-me quando cometo erros e dizendo-me as coisas que preciso ouvir. Pois existem verdades sobre mim que só um amigo de verdade pode dizer.
 
Tenho percebido que - por mais força de vontade que tenhamos - os nossos sentimentos só poderão ser plenamente guardados pelo Senhor: "Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai-vos. Seja a vossa eqüidade notória a todos os homens. Perto está o SENHOR. Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus. Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai." (Filipenses 4.4-8). E os sentimentos são guardados por Deus, quando envoltos em Sua paz!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário