domingo, 24 de novembro de 2013

Tu estás próximo


Querido Pai! sempre que me curvo em Tua santa presença; faço-o com a firme convicção de que este é um dos atos que pratico, dos quais jamais irei me arrepender. É um momento especial, em que não dependo dos meus sentidos para me aperceber de realidades e verdades trazidas ao meu espírito enquanto oro; pois, consigo Te ouvir e Te sentir com o meu coração. E Tua presença é tão certa, real e reconfortante; que - mesmo quando não sinto ou ouço - sei em meu íntimo que Tu estás próximo. Não tenho meios humanos capazes de expressar a intensidade dos meus sentimentos. No entanto, isso não me impede de ser feliz; então, mesmo em meio às minhas limitações, consigo te agradecer por tudo aquilo que tenho recebido de Ti!
 
E, nesta manhã em especial, estou ciente de que existem momentos em que não consigo entender a sensação de desconforto e intranquilidade que as vezes me assalta; é algo interior, cujas causas me são desconhecidas. Todavia, aprendi que não preciso me sentir bem, para saber que tudo está bem (assim como a mulher, nos dias de Eliseu, cujo filho morrera repentinamente). Então, me pergunto: Por que ficar tentando achar razões que expliquem as causas de sentimentos contraditórios que carrego comigo; se, em qualquer momento da vida, sei que estás presente em em minha vida? E assim, abro mão de preocupações diversas, relativas à mim mesmo; e, passo a me preocupar apenas em estar em Tua presença; vivendo para Tua glória, querido Pai!
 
Como sinto conforto ao meditar na Palavra de Deus! Este texto amadurece e agiganta a minha confiança no cuidado de Deus: "Invoquei o SENHOR na angústia; o SENHOR me ouviu, e me tirou para um lugar largo. O SENHOR está comigo; não temerei o que me pode fazer o homem. O SENHOR está comigo entre aqueles que me ajudam; por isso verei cumprido o meu desejo sobre os que me odeiam. É melhor confiar no SENHOR do que confiar no homem. É melhor confiar no SENHOR do que confiar nos príncipes." (Salmo 118.5-9). Realmente, penso ser de suprema importância para o crente; saber que não existe conforto maior do que aquele que nos é trazido pela Palavra de Deus. Ela é, ao mesmo tempo, vara e cajado que consolam!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário