sábado, 9 de novembro de 2013

Dias mais difíceis


A dias atrás, precisei acordar bem mais cedo para estar diante do meu Senhor; e isso porque eu tinha que viajar bem cedo para Belo Horizonte. Enquanto procurava manter minha mente fixada na vontade de Deus, fiquei a pensar nos desafios que os crentes enfrentam em nossos dias. Embora conheçamos os alertas da Palavra de Deus, quanto às aflições deste mundo; nem sempre entendemos o sentido das mesmas, quando, por elas, nos sentimos afligidos. Bem conhecemos o texto clássico concernente a elas, que esta no Evangelho de João: "Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo." (João 16.33). E neste texto, somos encorajados pelo Senhor Jesus a ter sempre bom ânimo.
 
No entanto, existem outros textos de apoio com o mesmo objetivo; o de nos levar a entender que as aflições do mundo fazem parte de um processo natural para o nosso aperfeiçoamento enquanto humanos. O próprio Apóstolo Paulo ao abordar este assunto, deixa patente que a glória que se revelará em nós, compensa todas as lutas e aflições que porventura venhamos a sofrer (Romanos 8.18). Inclusive, ele nos admoesta a sermos sóbrios em tudo, sofrendo as aflições e cumprindo o nosso ministério (II Timóteo 4.5). O Apóstolo Pedro também nos encoraja, ao dizer que devemos nos alegrar pelo fato de sermos participantes das aflições de Cristo; pois, quando Sua glória se manifestar, iremos nos regozijar e nos alegrar para sempre (I Pedro 4.13).
 
Portanto, falando por mim mesmo; pretendo seguir minha jornada neste mundo, procurando manter o meu espírito ligado ao Senhor e a minha alma atenta ao que a Palavra de Deus diz acerca do propósito de Deus para com a minha vida. Não me deixarei intimidar pelas tempestades da vida, pois minha casa está construída sobre a Rocha. Nem me deixarei desanimar quando não for compreendido por meus amigos e irmãos; ou, quando atacado por meus adversários. Afinal, tenho os fundamentos da minha fé e esperança bem plantados. Eu vou seguir com fé (como compôs o Kleber Lucas); sem me preocupar com as perseguições e com as pedras que me lançam (como compôs o Anderson Freire). Tenho Cristo em mim e isso me é suficiente!
 
Penso que muitos devem sentir como eu; que alguns dias são mais difíceis do que outros. Então, ao me sentir pressionado por aflições, me volto para este texto: "Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós. Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar; Ao qual resisti firmes na fé, sabendo que as mesmas aflições se cumprem entre os vossos irmãos no mundo." (I Pedro 5.7-9). Em dias assim, procuro me espelhar no testemunho de Paulo: "Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia." (II Coríntios 4.16). Ao fazer isto, sinto conforto e sinto minhas forças se renovarem!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário