quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Olhar fixo no céu


Pai de amor e Deus da minha vida; nesta manhã, ao me curvar diante de Ti, tenho convicção plena de minha condição de peregrino; vivendo em um mundo que não se dá conta do estado de decadência e ruína em que se encontra. Enquanto eu percorro o caminho da vida que me leva à eternidade, estou ciente de que minha peregrinação não é ao Vaticano ou Meca; mas à Jerusalém celeste, não a terrena. Então, ao me estender no lugar de oração, o meu objetivo é - entre outros - o de buscar Tua direção e proteção enquanto sigo em frente, com o olhar fixo no céu.
 
Amoroso Pai; ajuda-me a superar as barreiras que tentam me conter enquanto ando; pois, de quando em vez, vozes e visões diversas procuram me apontar um rumo alternativo, como se todo caminho pudesse me levar ao lugar de onde sou e para onde vou. Dá-me forças para prosseguir, sem me prender ao que atrás deve ser deixado; pois, enquanto eu sigo a Vida, não crio raízes em lugar algum. Deus eterno e bendito; sustenta-me enquanto eu sigo o Único Caminho - Jesus de Nazaré - pois este é o rumo que me foi proposto desde que o aceitei meu Senhor.
 
Dá-me graça e paciência para entender os discordantes; e olhar com amor e compaixão aqueles que tentam me impedir. Sei que devo amar e ter compaixão sem esperar correspondência; pois, amor não é moeda de troca, nem compaixão objeto de barganha. Tua Palavra me adverte que amar a quem me ama não me torna especial ou diferente das demais pessoas. Graças te dou por ter aprendido que, amando a quem me odeia e perdoando a quem aflige, cultivo o sentimento de Cristo e posso, então, prosseguir no Caminho da Vida que me leva a Ti.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário