terça-feira, 13 de agosto de 2013

Dias de profunda comunhão

 

Maria Célia e eu, estávamos em Natal no último domingo. Enquanto eu aguardava o horário de ir pregar na IMW de Morro Branco, fiquei a refletir sobre os dias de profunda comunhão e edificação que experimentamos no "Acampamento Mardunna's". Deus falou conosco de muitas maneiras; e, Sua voz ainda ressoa no íntimo, com o mesmo timbre com que a ouvimos ali no naquele lugar. Foi profético, sobrenatural! Todavia, a vida continua e ficaremos a espera da frutificação das sementes em nós plantadas pelo Senhor. Meus pensamentos foram interrompidos pela chegada do Pastor Joás; para me levar à igreja em Morro Branco, onde preguei!
 
Enquanto escrevo estas linhas, me reporto ao momento especial de oração na presença do Pai celestial - em pleno dia dos pais - desfrutando de segurança e paz que fluíram, de um momento especial muito especial com Aquele que me deu vida e propósito. Posso afirmar que travei batalhas importantes enquanto estava em oração! Mas, isso não é novidade; pois sei que não há quem ore intensamente ao Deus eterno; que não tenha necessidade de combater o bom combate da fé. Tenho aprendido na Bíblia que, a cada manhã, teremos o "pão nosso de cada dia". Mas, também sei que - de igual modo - teremos a "luta nossa de cada dia"... E por aí afora.
 
No entanto, sempre trago comigo a certeza de que não há o que temer. Emanuel (Deus conosco) sempre estará presente em minha vida, por maiores que sejam as nossas lutas e desafios. Portanto, mesmo em meio às sombras que, muitas vezes, tentam me assustar e me intimidar; não trocarei a minha alegria por melancolia; nem o meu regozijo por frustração; ou, o meu prazer por rancor. Sou um homem de Deus; frágil e simples é verdade; mas, um homem consciente de que Deus é consigo. Portanto, não me conterei em meu sentimento de gozo e alegria! Deus me dotou de fé e coragem para enfrentar o que for preciso; todavia, sem perder o amor e a ternura.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário