sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Bendito Ministério Pastoral


Hoje estou pensando no ministério pastoral; mas... Não me refiro ao pastorado formal; em que um homem - convencido de que foi chamado por Deus - se coloca (ou é colocado) a frente de uma igreja para cuidar de um rebanho; sem nem mesmo saber por que está ali. Penso ser este um fenômeno bem comum nos dias de hoje (deve também ter sido nos dias primitivos; pois, na Bíblia, é frequente a advertência de Deus a obreiros neste estado). É algo triste de se ver: Obreiros que se dizem servos de Deus, viverem muito mais preocupados com o seu conforto e bem-estar - ou com os imperativos de sua vontade e vaidade pessoal - do que com o estado do rebanho de Deus que insiste em dizer que está pastoreando.
 
Todavia... O ministério pastoral ao qual me refiro é aquele em que o seu protagonista sente as dores e conflitos de suas ovelhas; sacrificando muitas vezes alguns interesses, até justos, em prol de vidas pelas quais sente respeito e compaixão. Sim! Não me refiro a obreiros que, em nome de uma estranha justiça, espancam e humilham ovelhas assustadas; levando-as a abandonar o aprisco e mergulhar na noite escura, em direção ao covil dos lobos. Não! Eu me refiro a verdadeiros pastores: Servos com "S" maiúsculo; transpirando amor pelos poros, dispostos a ir até as ultimas consequências no afã de guardar a ovelha, mesmo a mais rebelde, que lhe foi entregue em confiança pelo Sumo Pastor. Bendito ministério Pastoral!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário