domingo, 14 de julho de 2013

Tempos de maldade extrema


Hoje despertei preocupado... Pensando no que se passa nos dias de hoje. Não há como não perceber que os homens estão adormecidos, sem se darem conta do perigo que os rodeia nestes últimos dias. Até mesmo alguns daqueles crentes mais dedicados estão sendo enganados ou pegos de surpresa por alguns males que se destacam de modo crescente e envolvente. Alguns proclamam a necessidade do despertar da fé; e, fazem muito bem em despertar sua fé! Mas, precisamos também despertar no discernimento de espírito, para não sermos enganados com este mundo enlouquecido, em tempos de maldade extrema. Na verdade, vivemos um tempo de dores e de gritos contraditórios.
 
Este é um tempo de sucessivos golpes contra a Igreja de Cristo; mas também contra a família; tempo em que muitos pais estão perdendo os seus próprios filhos. Alguns estão perdendo os seus filhos para as drogas, pouco a pouco; outros perdem os seus filhos para os raptores, nunca mais os vendo; a maioria perde os seus filhos no silêncio de sua própria casa. E não há como conter os gritos provocado por tão dolorosas perdas. E nós, em meio a tudo isso, caminhamos açodados pelos gritos dos angustiados, dos revoltados e dos aproveitadores - vendilhões de sonhos de grandeza e de riqueza - em um mundo se afoga em um vale de lágrimas, enquanto se revolve no lodaçal do pecado.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário