segunda-feira, 22 de julho de 2013

Conforto e incentivo


O início deste novo dia tem sido propício a um canto de gratidão a Deus que flui do meu coração adorador. Isso não quer dizer que tudo aquilo que me acontece seja favorável ou desejável. Na verdade, o meu canto de gratidão se fortalece em meio às provações naturais da vida. Todos os que conhecem a Bíblia, sabem que as aflições deste mundo - além de previstas - são realidade frequente na vida do cristão. E sabem também que Satã desfere ataques sistemáticos contra a vida daqueles que procuram servir a Deus em submissão e santidade; ataques direcionados contra a saúde e até contra a família (quais os pais que de quando em vez não sofrem ataque satânico contra algum filho ou contra a sua própria vida conjugal). Devemos nos regozijar sempre em Cristo que nos livra do mal!
 
Sempre que passo por alguma provação ou tentação, encontro conforto e incentivo nas Escrituras Sagradas; pois, nelas, está escrito: "Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada." (Romanos 8.18). Nelas, vejo o apóstolo Paulo "Confirmando os ânimos dos discípulos, exortando-os a permanecer na fé, pois que por muitas tribulações nos importa entrar no reino de Deus." (Atos 14.22). E leio que os cristãos primitivos "Retiraram-se, pois, da presença do conselho, regozijando-se de terem sido julgados dignos de padecer afronta pelo nome de Jesus." (Atos 5.41). Portanto, não ignoro aquilo que o dia-a-dia me reserva; mas; sinto-me preparado, em Deus que me sustenta, para lidar com o mal de cada dia!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário