segunda-feira, 17 de junho de 2013

Felicidade de poder orar


Pai de misericórdia... Como é importante estar no lugar de oração; lugar onde as respostas são alcançadas, as soluções antecipadas, os problemas resolvidos, as tentações e lutas vencidas e a vitória consumada. Louvo a Ti, ó Pai, por ter a felicidade de poder orar! E assim, prostrado ante Tua gloriosa presença - antes mesmo de orar por minha querida família - venho trazer aos Teus pés, três assuntos que julgo inadiáveis, sob o ponto-de-vista da intercessão:
 
Oro por um amigo que está em risco de perder sua casa. Pai, não sei como ele adquiriu este bem; nem mesmo aquilo que o levou ao risco de perdê-lo. Mas eu Te peço: Se houver um modo de reverter esta perda; ou, se há um caminho a ser percorrido para que esta perda seja evitada, revela ao Teu filho. E, no caso de não haver solução possível - a menos que isto seja propósito Teu - estende o Teu forte braço e detenha esta medida em curso, dando livramento.
 
Venho também orar por aquele meu amigo; visto no sonho de alguém e - logo depois - sonhado também por ele; no qual se vê ameaçado e exposto, em meio a uma tempestade assustadora. Querido Pai; eu intercedo em seu favor! E peço ao Senhor que não o deixe sozinho, cercado por este vento forte; mas que, no curso da tormenta, ele seja conduzido em total segurança; protegido na concha de Tua mão, até que a feroz tempestade passe. Ele precisa de Ti!
 
E oro também por decisões tomadas, em três dias de exaustiva e abençoada reunião; que culminaram em um parecer que pode ajudar inúmeras vidas que precisam de rumo e norte. Em ocasiões assim, percebo o quanto é difícil definir pontos de ajuda a quem não consegue distinguir a diferença entre o santo e o profano, entre o prazer e a prisão. Sei muito bem que um parecer nunca diz tudo; mas, pode ajudar alguém a melhorar as escolhas que faz nesta vida.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário