domingo, 12 de maio de 2013

Ver e sonhar


Pai, não tenho palavras para Te agradecer, por ter conseguido chegar ao lugar de oração. Que prazer e alívio eu sinto! Não é de hoje, eu descobri que em meu kit de sobrevivência não existe nada que se compare a estar diante de Ti em oração. Como Tua presença me conforta e me acalma, Pai! Obrigado por Teu amor e por Tua justiça; por Tua graça e por Teu perdão. Por que iria eu buscar em outra fonte aquilo que só encontro na Fonte de Vida? Louvado seja o Senhor! Sei que não devo ignorar a voz do Teu Espírito; nem amordaçar a voz do meu espírito; pois, elas se entendem e se completam. Por isso, estou mais uma vez prostrado em Tua presença. Sou grato a Ti; pois, eu tenho aprendido que Tua Presença e minha presença precisam sempre se encontrar e caminhar juntas.
 
Pai, sou grato por saber que preciso percorrer as etapas que encontro no Caminho da Vida; e que não posso cortar caminho. Sei que não devo inverter a marcha, nem a ordem dos fatores produzidos por alguém que anda no Espírito. Portanto, ajuda-me a trilhar o Caminho Estreito; mesmo que ele me leve a passar pelos mares ou desertos; ou, que ele me leve a passar pelo vale da sombra da morte. Contigo eu aprendi que; enquanto os jovens têm visões, aos velhos restam os sonhos. No entanto, se não for pedir muito, eu gostaria de ter as duas faculdades; pois ver e sonhar são dois componentes de grande valia em minha vida. Ah... Obrigado por minha família! Não sei se é a melhor família do mundo; mas sei que é a melhor família que um homem como eu poderia ter aqui na terra!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário