segunda-feira, 27 de maio de 2013

Dias inquietantes


Alguns dias atrás, enquanto me preparava para dar um "pulinho" em Belo Horizonte, fiquei a pensar no dia anterior... Domingo de sol, em que Deus me permitiu estar com o meu filho Pastor Calegari, minha nora Simone e minhas netas Isabela e Rafaela. Foi realmente um domingo pleno do cuidado do Senhor. Deus nos permitiu estar na EBD; e em seguida, visitar a congregação do Camuruji; onde estivemos com a família que lidera aquele trabalho. Pregamos no primeiro culto da Imw Guarapari Espirito Santo; e dali, saimos com Maria Célia Calegari - sendo conduzidos por Joadir De Souza Junior - para a IMW Central de Vitória; onde chegamos com o culto já íníciado. Ao final, juntamente com o Pastor Marcos Batista Machado e sua querida família, fomos jantar juntos em Itaparica; onde encontramos diversos irmãos de igrejas wesleyanas da Grande Vitória. Foi um domingo de bênção!
 
No entanto, não pude deixar de pensar nos grandes desafios que o crente precisa enfrentar e vencer neste tempo de crise - sem precedentes na História - em que valores arduamente defendidos por milênios estão sendo descartados; sob a justificativa de que os tempos são outros e de que valores defendidos pela democracia exigem tais mudanças. Enfim, pensam e agem como se princípios e valores atribuídos à democracia, estivessem acima dos princípios da ordem e dos bons costumes que - independente de sistema, cultura ou religião - pautam a conduta humana ao longo do tempo. Enquanto tento imaginar o que estes dias inquietantes nos reservam; fico a pensar no propósito de Deus... E chego a conclusão de que a medida do pecado que antecede a manifestação da Ira de Deus está chegando ao seu nível mais alto; a partir do qual, uma resposta pode ocorrer a qualquer instante.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário