sábado, 18 de maio de 2013

Aniversário do Pastor Calegari


Existem dias em nossa vida, em que nos sentimos brindados de um modo muito especial. O dia 18 de maio é um deles! Pois foi num dia assim, a 42 anos atrás, que recebi o meu primeiro filho - Sebastião Calegari Filho - em meus braços. Em Nilópolis, em casa dos meus sogros, vi chegar minha querida esposa com o nosso filho recém-nascido em seus braços. Era meu desejo dar-lhe o nome de Elias; mas minha querida e saudosa sogra me convenceu de que - por ser o meu primeiro filho - deveria levar o meu nome. Intimamente eu retruquei; mas, resolvi atender ao argumento da irmã Delza. Enquanto eu seguia em direção ao Cartório do Registro Civil, pensei comigo mesmo: "Afinal de contas, o nome não faz o homem; e sim sua crença no Deus que irá servir e nos valores que irá adotar e defender nesta vida".
 
Acompanhei a luta de Maria Célia Calegari - mulher destemida - ainda tão jovem, sofrendo bastante em seu resguardo; se recuperando das dores sofridas devido à imperícia de quem, em sua pressa ao suturar, esquecera algo em seu interior. Mas, pela graça de Deus, os dias foram se passando... E tudo voltou à normalidade. Assim que foi possível, subimos para Petrópolis e, cheio de emoção por ter o meu primeiro filho nos braços, introduzi minha querida esposa em nossa humilde casa, na Rua Spartaco Banal; no loteamento do Itamarati, em Petrópolis. Não houve manifestação especial naquela entrada; mas... Naquele dia, entrou também conosco a certeza de que um homem de Deus fora gerado; e, que o futuro confirmaria - em sua vida e em seu ministério - aquilo que sentimos no coração. Glória a Deus!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário