sexta-feira, 29 de março de 2013

Paixão de Cristo


 



A Crucificação

33 E, quando chegaram ao lugar chamado a Caveira, ali o crucificaram, e aos malfeitores, um à direita e outro à esquerda. 34 E dizia Jesus: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem. E, repartindo as suas vestes, lançaram sortes. 35 E o povo estava olhando. E também os príncipes zombavam dele, dizendo: Aos outros salvou, salve-se a si mesmo, se este é o Cristo, o escolhido de Deus. 36 E também os soldados o escarneciam, chegando-se a ele, e apresentando-lhe vinagre. 37 E dizendo: Se tu és o Rei dos Judeus, salva-te a ti mesmo. 38 E também por cima dele, estava um título, escrito em letras gregas, romanas, e hebraicas: ESTE É O REI DOS JUDEUS. 39 E um dos malfeitores que estavam pendurados blasfemava dele, dizendo: Se tu és o Cristo, salva-te a ti mesmo, e a nós. 40 Respondendo, porém, o outro, repreendia-o, dizendo: Tu nem ainda temes a Deus, estando na mesma condenação? 41 E nós, na verdade, com justiça, porque recebemos o que os nossos feitos mereciam; mas este nenhum mal fez. 42 E disse a Jesus: Senhor, lembra-te de mim, quando entrares no teu reino. 43 E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso. 44 E era já quase a hora sexta, e houve trevas em toda a terra até à hora nona, escurecendo-se o sol; 45 E rasgou-se ao meio o véu do templo. 46 E, clamando Jesus com grande voz, disse: Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito. E, havendo dito isto, expirou. 47 E o centurião, vendo o que tinha acontecido, deu glória a Deus, dizendo: Na verdade, este homem era justo."
(Lucas 17.33-47)

No dia de hoje levantei-me bem cedo; para fazer aquilo que sempre faço: Buscar a presença de Deus em meio aos rumores de guerras de nações; aos sucessos e fracassos de muitos; aos ufanismos e desânimos de tantos; e às dores e aflições de todos nós. Enfim... Nada de novo debaixo do sol! A bem da verdade, este seria um dia igual aos demais, caso não houvesse neste dia a comemoração de um fato que é motivo de esperança de melhores dias para todos os homens e mulheres que habitam este globo terrestre que ainda nos suporta: A paixão de Cristo!
 
E no dia de hoje, comemoramos aquele dia em que - sem que a humanidade soubesse - foi consumado o mais ousado plano de resgate do ser humano, jamais imaginado por quem quer que seja; transformando o seu Agente na figura mais importante de toda a história humana. E este plano redentor iria exigir o maior dos sacrifícios e a maior demonstração de amor já vista entre os homens. E naquela cruz de dor e sofrimento, o mundo se dividia em duas partes. Ali, finalmente, a miséria contagiante de Adão seria substituída pela riqueza contagiante de Jesus.
 
Assim, naquela cruz de sangue, se abria um portal para a eternidade; que se inicia a partir do "Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo." (João 1.29), que é o próprio Jesus crucificado; percorre "o caminho, e a verdade e a vida" (João 14.6), que é o próprio Jesus mediador; e termina diante do "Leão da tribo de Judá" (Apocalipse 5.5), que é o próprio Jesus entronizado. Dia bendito aquele - hoje comemorado - em que os meus pecados foram apagados e minha alma foi salva! Dia, sem o qual eu não seria hoje o que sou, pela graça do Deus eterno!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Um comentário:

  1. Estas palavras nos consolam e nos faz lembrar que Aquele que padeceu por nós e venceu o que jamais poderíamos vencer, faz com que tornemos participantes da Sua Graça bendita. Glória a Ele para sempre! Que Deus continue usando o Sr Bispo Calegari, na edificação da Igreja. Amém

    ResponderExcluir