segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

O dever de ouvir


Pai querido, na manhã deste novo dia, sinto-me bem em poder me prostrar e Te buscar; pois tenho aprendido com o Teu Espírito que o dever de ouvir a Tua voz deve vir antes do dever de pregar a Tua Palavra. E penso não existir melhor lugar para ouvir a Tua voz, do que estar de joelhos em Tua santa presença; pois, prostrado no lugar de oração, posso ouvir a Tua Palavra me indicando o rumo e o assunto.
 
Tenho também aprendido que o objetivo maior da Tua Palavra, não é divertir os carnais ou contemplar os espirituais; mas, sim, nos ensinar a andar na verdade. Assim, me curvo e me humilho em Tua presença, sabendo que Tua Palavra oferece: Conforto ao crente cansado e abatido; luz e direção a alguém perdido e sem rumo; e solene advertência quanto à iminente condenação dos amantes deste mundo mau.
 
Portanto, Pai, ajuda-me a Te honrar e servir com uma vida sempre preparada para ser um vaso de bênçãos em Tuas mãos; sem me calar ante a necessidade e as contradições dos homens desprovidos da Luz e da Verdade eterna; que foi materializada na Palavra revelada e escrita, para a orientação dos que crêem; e humanizada na Pessoa do Filho de Deus, para a redenção de todos os que crerem em Jesus.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário