quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Nem santos nem sábios


Ao me deparar com este testemunho de Tozer, fiquei a pensar no equilíbrio que deve existir entre a prática da oração e o exame das Escrituras sagradas. Na verdade, não é prudente nos dedicarmos a uma delas, sem dedicação a outra de igual modo. É algo parecido com a necessidade de respirar e de beber: Não se pode fazer apenas uma destas coisas. E, nesta comparação, podemos ver a oração como o ar que respiramos e a Palavra de Deus como a água que bebemos. Ambas são igualmente preciosas e vitais!
 
Uma vez ouvi o Espírito Santo falar ao meu espírito que: Quando oramos e não examinamos a a Bíblia, podemos resvalar aos poucos para o fanatismo. E quando examinamos as Escrituras e não oramos, torna-se grande o risco de cairmos nas malhas do racionalismo. Enfim... Precisamos falar com Deus pela oração e ouvir Sua voz pela Palavra, para sermos santos e sábios. Pois, se nos dedicarmos a apenas uma destas práticas, não seremos nem santos nem sábios. Precisamos orar e meditar na Palavra de Deus!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário