quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Sou Teu filho


Pai celeste; sinto paz e segurança em estar no lugar de oração; mesmo não sabendo orar como convém. Ainda bem que tenho o Teu Espírito comigo; pois Ele se apresenta para ensinar-me como devo orar. No entanto, a questão que carrego é: Como continuar caminhando sem o perigo constante de me perder, enquanto sigo em plena noite escura? Em meu espírito, não tenho a menor dúvida quanto ao fato de que Tu estás comigo; porém... Sinto alguma insegurança em relação a mim mesmo. Preciso de Ti!
 
Pai amado; não há um dia sequer em que eu não sinta o peso dos desafios que me rodeiam e me pressionam. Sempre que eles surgem, sinto como se fossem etapas de um jogo. No entanto, sei que não se trata de um jogo; mas, da própria vida procurando superar desafios que os sentidos físicos nem sempre percebem. No entanto, tenho a certeza de que o maior desafio que preciso enfrentar é o de vencer a mim mesmo; no entanto, não me conheço o bastante para lidar com o perigo de enfrentar o meu próprio eu.
 
Todavia, tenho algo em mim que faz toda a diferença: A fé que uma vez me foi dada, mesclada com o amor que me reveste da essência de Jesus. E, assim revestido, sei que tenho os meios de chegar à etapa final da prova - sem medo dos perigos que me cercam - pois os valores que tenho comigo, me dão vantagem e superioridade nesta relação do tempo com a eternidade. Existe o receio de me perder; mas, tenho consciência de que Tu, meu Pai, me livra dos meus medos. Sou Teu filho e nada pode mudar isso!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário