quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Oremos pelos pastores


Nesta manhã, de joelhos no lugar de oração, senti forte unção para adorar o Deus eterno. E, a medida em que esta unção me envolveu, lamentei não ser o homem de oração que eu gostaria de ser... Mas, sei que o Senhor está comigo. Então, intercedi: Por minha família e por meus companheiros no ministério; também pelos membros da 2ª Região. Então, ao orar pelos pastores que foram transferidos, o meu espírito gemeu; pois o Espírito me fez lembrar e me levou a orar por dois tipos de pastores:
 
Orei pelos pastores que não souberam tratar a sua igreja anterior; da qual saíram, após terem-na corrompido e maltratado (o tipo de "ministério" que martiriza e empobrece uma igreja). E então, apreensivo pelo que possam fazer com sua nova igreja - tão necessitada de um pastor amoroso e espiritual - pedi ao Pai que os ensine a tratar o seu rebanho como tratam sua família; aí pensei: "talvez não tratem bem sua própria família". Então, pedi ao Pai que faça deles um pastor segundo o coração de Jesus.
 
Orei também por pastores que deixaram atrás de si uma igreja feliz e abençoada por seu ministério; e que, agora, não conseguem se desprender daquilo que ficou para trás. É como se tivessem sido apanhados na armadilha do sentimento - se deixando prender pelo trabalho anterior - sem entender que Deus os chamou à um novo tempo e um novo desafio, para cuidar de uma nova igreja. Estes sofrem muito; pois, têm uma história; mas... Não conseguem seguir em frente. E, com isso, o seu ministério fica comprometido.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário